Diferenças entre edições de "Mula sem cabeça"

30 bytes adicionados ,  17h49min de 29 de março de 2020
sem resumo de edição
(Faltou a imagem)
{{Sem notas|data=agosto de 2019}}
[[Ficheiro:Mulasemcabeca.JPG|thumb|Representação artística da mula sem cabeça.]]
'''Mula sem cabeça e a irma do joel''' é um personagem do folclore brasileiro. Na maioria dos contos, é o [[fantasma]] de uma mulher que foi [[Maldição|amaldiçoada]] por ter se entregado com um padre e foi condenada a se transformar em uma mula sem cabeça que tem fogo ao em vez de uma cabeça, galopando através dos campos desde o sol de quinta-feira até o nascer do sol de sexta-feira. O mito tem várias variações em relação ao pecado que transformou a mulher amaldiçoada em um monstro.
 
== História DO orelhudo ==
É a forma que toma a concubina do [[sacerdote]]. Transforma-se em um forte animal, de identificação controvertida na tradição oral, e galopa, assombrando quem encontra. Lança chispas de fogo pelo buraco de sua cabeça. Suas patas são como calçadas com ferro. A violência do galope e a estridência do relincho são ouvidas ao longe. Às vezes soluça como uma criatura humana.
 
Utilizador anónimo