Diferenças entre edições de "Hugo Leal"

3 275 bytes adicionados ,  12h28min de 4 de abril de 2020
sem resumo de edição
|vice_título2 = Governadora
|vice2 = [[Rosinha Garotinho]]
|antes2 = Rosely Ribeiro de Carvalho Pessanha
|depois2 = [[Sergio Zveiter]]
|título3 = [[Deputado estadual]] do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]]
|mandato3 = {{dtlink|19|5|2005}}<ref name="Jornal da Alerj 85">{{Citar web |url=http://www2.alerj.rj.gov.br/jornalalerj/jornalalerj85.pdf |título=Jornal da Alerj - Ano III - Nº 85 - Rio de Janeiro, de 24 a 30 de maio de 2005 |formato=PDF |pagina=7 |publicado=[[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] |acessodata=28 de março de 2020}}</ref><br />até {{dtlink||8|2005}}<ref name="CPDOC"/>
|título4 = Presidente do [[SecretárioDepartamento de Estado|Secretário]]Trânsito Estadualdo de [[Administração]] e ReestruturaçãoEstado do [[Rio de Janeiro]] (estadoDetran-RJ)|Rio de Janeiro]]
|mandato4 = {{dtlink|7|1|2003}}<ref>{{Citar web |url=http://detran.rj.gov.br/_monta_aplicacoes.asp?doc=1478&cod=14&tipo=exibe_noticias&pag_noticias=true |título=HUGO LEAL TOMA POSSE COMO PRESIDENTE DO DETRAN-RJ |publicado=[[Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro|Detran-RJ]] |data=7 de janeiro de 2003 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref><br />até {{dtlink||5|2005}}<ref name="CPDOC"/>
|mandato4 = {{dtlink|1º|1|1999}}<br />até {{dtlink|5|4|2002}}<ref name="CPDOC"/>
|vice_título4 = GovernadorGovernadora
|vice4 = [[AnthonyRosinha Garotinho]]
|antes4 = Pedro Osório Vargas da Silva Filho
|depois4 = RômuloGustavo DanteCarvalho Filhodos Santos
|título5 = [[Secretário de Estado|Secretário]] Estadual de [[Administração]] e Reestruturação do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]]
|mandato4mandato5 = {{dtlink|1º|1|1999}}<br />até {{dtlink|5|4|2002}}<ref name="CPDOC"/>
|vice_título5 = Governador
|vice5 = [[Anthony Garotinho]]
|antes5 = Augusto Henrique Pereira de Souza Werneck Martins
|depois5 = Rômulo Dante Orrico Filho
|nascimento_data = {{dni|6|8|1962}}
|nascimento_local = [[Ouro Fino]], [[MG]]
Nas [[Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2006|eleições de 2006]], Hugo Leal recebeu 112.789 votos como candidato a [[deputado federal]] pelo estado do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] pelo [[Partido Social Cristão]] (PSC), tendo sido eleito para exercer o cargo na [[Lista de deputados federais do Brasil da 53.ª legislatura|53ª legislatura]] (2007–2011) da [[Câmara dos Deputados do Brasil]].<ref>{{Citar web |url=http://eleicoes.folha.uol.com.br/folha/especial/2006/eleicoes/rj1df-1.html |título=Folha Online - Especial - 2006 - Eleições - Apuração - Rio de Janeiro - Deputado Federal |publicado=[[Folha de S.Paulo]] |acessodata=2 de abril de 2020}}</ref> Ao longo de todo o mandato, foi líder do PSC na Câmara.<ref>{{Citar web |url=https://www.camara.leg.br/deputados/141450/biografia |título=Biografia do(a) Deputado(a) Federal Hugo Leal |publicado=Portal da [[Câmara dos Deputados do Brasil]] |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref>
 
Com a experiência adquirida na presidência do [[Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro]] a respeito de questões relacionadas ao [[trânsito]], Hugo Leal foi relator da Medida Provisória Nº 415/200808, que propunha originalmente a proibição da comercialização de [[Bebida alcoólica|bebidas alcoólica]] em rodovias federais. Devido à polêmica causada pela proposição da MP no meio comercial, o projeto inicial sofreu modificações na Câmara dos Deputados, passando a propor a inibição o consumo de bebidas alcoólicas por condutores de [[automóveis]].<ref>{{Citar web |url=https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=382708 |título=MPV 415/2008 |publicado=Portal da [[Câmara dos Deputados do Brasil]] |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://www.camara.leg.br/noticias/115419-mp-sobre-venda-de-bebidas-em-estradas-gera-polemica/ |título=MP sobre venda de bebidas em estradas gera polêmica |ultimo=Piovesan |primeiro=Eduardo |publicado=Portal da [[Câmara dos Deputados do Brasil]] |data=31 de março de 2008 |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref> A medida provisória foi transformada na Lei Ordinária Nº 11.705, sancionada em 19 de junho de 2008 e popularmente conhecida como ''Lei Seca''.<ref>{{Citar web |url=http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11705.htm |título=LEI Nº 11.705, DE 19 DE JUNHO DE 2008. |publicado=Portal do [[Governo federal do Brasil]] |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL607201-5598,00-LULA+SANCIONA+LEI+QUE+PROIBE+VENDA+DE+BEBIDAS+NAS+ESTRADAS+RURAIS.html |título=Lula sanciona lei que proíbe venda de bebidas nas estradas rurais |ultimo=Ribeiro |primeiro=Jeferson |publicado=[[G1]] |data=19 de junho de 2008 |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref>
 
=== 54ª legislatura da Câmara dos Deputados (2011–2015) ===
Nas [[Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2010|eleições de [[2010]], Hugo foi eleitoreeleito deputado federal para maisa um[[Lista mandatode nadeputados federais do Brasil da 54.ª legislatura|54ª legislatura]] (2011–2015) da Câmara dos Deputados. Na ocasião, comnovamente como candidato pelo [[Partido Social Cristão]] (PSC), obteve 98.164 votos.<ref>{{Citar web |url=http://www.sidneyrezende.com/noticia/103115 |título=Confira a lista dos 46 deputados federais eleitos pelo Rio de Janeiro |publicado=Portal SRZD |data=4 de outubro de 2010 |urlmorta=sim |arquivourl=http://web.archive.org/web/20110301112841/http://www.sidneyrezende.com/noticia/103115 |arquivodata=1º de março de 2011}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://placar.eleicoes.uol.com.br/2010/1turno/rj/ |título=UOLApuração -de Eleiçõesvotos 2010e -candidatos Apuraçãoeleitos (1º turno) - Rio de Janeiro |língua=- |autor=UOL |obra=Eleições 2010 |datapublicado=[[UOL]] |acessodata=144 de fevereiroabril de 20112020}}</ref>
 
=== 55ª legislatura da Câmara dos Deputados (2015–2019) ===
Nas [[Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2018|eleições de 2014]], o político foi novamente reeleito deputado federal para a [[Lista de deputados federais do Brasil da 55.ª legislatura|55ª legislatura]] (2015–2019) da Câmara dos Deputados. Dessa vez como candidato pelo [[Partido Republicano da Ordem Social]] (PROS), Leal obteve 85.449 votos.<ref>{{Citar web |url=https://placar.eleicoes.uol.com.br/2014/1turno/rj/apuracao-no-estado/ |título=Senador e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2014 RJ (Fonte: TSE) - UOL Eleições 2014 |publicado=[[UOL]] |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref> Em votações de grande relevância da legislatura, Hugo Leal votou a favou do [[impeachment de Dilma Rousseff]] e da [[Emenda Constitucional do Teto dos Gastos Públicos|PEC do Teto dos Gastos Públicos]].<ref>{{Citar web |url=https://complemento.veja.abril.com.br/brasil/o-voto-de-cada-deputado-no-impeachment/votacao.html |título=O voto de cada deputado no impeachment - Brasil - Veja.com |publicado=[[Veja]] |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/366-x-111-veja-como-cada-deputado-votou-na-pec-do-teto-de-gastos/ |título=366 X 111: veja como cada deputado votou na PEC do teto de gastos |ultimo=Góis |primeiro=Fábio |publicado=[[Congresso em Foco]] |data=10 de outubro de 2016 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref> Quanto às [[denúncias contra Michel Temer pela Procuradoria-Geral da República]], o parlamentar votou contra a rejeição das duas denúncias na Câmara.<ref>{{Citar web |url=http://especiais.g1.globo.com/politica/2017/votacao-da-denuncia-contra-temer-na-camara/ |título=G1 – Política: Votação da rejeição da denúncia contra Temer |publicado=[[G1]] |data=2 de agosto de 2017 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://especiais.g1.globo.com/politica/2017/votacao-da-segunda-denuncia-contra-temer-na-camara/ |título=G1 – Política: Votação da rejeição da 2ª denúncia contra Temer |publicado=[[G1]] |data=25 de outubro de 2017 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref>
Foi [[Eleições gerais no Brasil em 2014|eleito]] [[deputado federal]] em 2014, para a [[Lista de deputados federais do Brasil da 55.ª legislatura|55.ª legislatura (2015-2019)]]. Votou a favor do [[Impeachment de Dilma Rousseff|Processo de impeachment de Dilma Rousseff]].<ref name="G1 - como votou">{{citar web|url=https://g1.globo.com/politica/noticia/veja-como-deputados-votaram-no-impeachment-de-dilma-na-pec-241-na-reforma-trabalhista-e-na-denuncia-contra-temer.ghtml|titulo=Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer|data=02/08/2017|acessodata=11/10/2017|autor=G1}}</ref> Já durante o [[Governo Michel Temer]], votou a favor da [[PEC do Teto dos Gastos Públicos]].<ref name="G1 - como votou"/> Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente [[Michel Temer]].<ref name="G1 - como votou"/><ref>{{citar web|url=https://www.cartacapital.com.br/politica/como-votou-cada-deputado-sobre-a-denuncia-contra-temer|titulo=Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer|data=03/08/2017|acessodata=18/09/2017|autor=Carta Capital}}</ref>
 
=== 56ª legislatura da Câmara dos Deputados (2019–2023) ===
Nas [[Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2018|eleições de 2018]], como candidato pelo [[Partido Social Democrático (2011)|Partido Social Democrático]] (PSD), Hugo Leal foi reeleito deputado federal pelo estado do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] com 63.561 votos, conquistando um assento na Câmara dos Deputados na [[Lista de deputados federais do Brasil da 56.ª legislatura|56ª legislatura]] (2019–2023).<ref>{{Citar web |url=https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/eleicoes/2018/noticia/2018/10/07/veja-quais-foram-os-deputados-federais-eleitos-no-rj.ghtml |título=Deputados federais eleitos no RJ; veja lista |publicado=[[G1]] |data=7 de outubro de 2018 |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/resultados/eleitos-deputado-federal-rj-quem-ganhou/ |título=Deputados federais eleitos no Rio de Janeiro |publicado=[[Gazeta do Povo]] |data=7 de outubro de 2018 |acessodata=3 de abril de 2020}}</ref> Em 2019, o deputado federal votou a favor da aprovação da PEC 6/2019, relativa à [[Reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro|Reforma da Previdência]], tanto no primeiro quanto no segundo turno no plenário da Câmara dos Deputados.<ref>{{Citar web |url=https://congressoemfoco.uol.com.br/economia/reforma-da-previdencia-veja-como-cada-deputado-votou/ |título=Previdência: o voto de cada deputado |ultimo=Sardinha |primeiro=Edson |publicado=[[Congresso em Foco]] |data=10 de julho de 2019 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://congressoemfoco.uol.com.br/economia/previdencia-veja-o-voto-de-cada-deputado-no-segundo-turno/ |título=Previdência: veja o voto de cada deputado no segundo turno |publicado=[[Congresso em Foco]] |data=7 de agosto de 2019 |acessodata=4 de abril de 2020}}</ref> Em fevereiro de 2020, Hugo Leal foi anunciado como pré-candidato do PSD à [[Política e administração pública da cidade do Rio de Janeiro|Prefeitura do Rio de Janeiro]] pelo presidente nacional do partido, [[Gilberto Kassab]], e pelo presidente estadual da legenda no Rio de Janeiro, [[Arolde de Oliveira]].<ref name="Eleições 2020"/>
 
== Ver também ==
* [[Câmara dos Deputados do Brasil]]
 
{{Referências|col=3}}
 
== Ligações externas ==