Diferenças entre edições de "Memórias do Cárcere (filme)"

2 bytes removidos ,  16h42min de 14 de abril de 2020
sem resumo de edição
|cor-pb = cor
|}}
'''''Memórias do Cárcere''''' é um filme [[brasil]]eiro de [[1984]], do gênero [[drama]] [[Biografia|biográfico]], roteirizado e [[dirigido]] por [[Nelson Pereira dos Santos]]. O [[roteiro]] é uma adaptação do [[Memórias do Cárcere (Graciliano Ramos)|livro homônimo]] de [[Graciliano Ramos]]. É contada a fase em que o escritor, autor de ''[[Vidas Secas]]'', esteve preso sob ordens da polícia do [[Estado Novo (Brasil)|Estado Novo]] no [[Brasil]]. A música-tema é "Marcha Solene Brasileira", variação do [[Hino Nacional do Brasil]], de Louis Moreau Gottschalk para a [[Orquestra Sinfônica de Berlim]] com regência de [[Samuel Adler]].<ref>[http://cinemateca.gov.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/?IsisScript=iah/iah.xis&base=FILMOGRAFIA&lang=P&nextAction=search&exprSearch=ID=003369&format=detailed.pft Filmografia Cinemateca Acessado em 28-11-15]</ref> A restauração do filme foi patrocinada pela Petrobras.<ref>{{Citar web |url=http://www.hotsitespetrobras.com.br/cultura/projetos/43/402 |titulo=Site da Petrobras Acessado em 28-11-15 |acessodata=2015-11-28 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20150910105036/http://www.hotsitespetrobras.com.br/cultura/projetos/43/402 |arquivodata=2015-09-10 |urlmorta=yes }}</ref> Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela [[Associação Brasileira de Críticos de Cinema]] (Abraccine) dos [[Lista dos 100 melhores filmes brasileiros segundo a Abraccine|100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos]].<ref>{{citar web
|url= https://abraccine.org/2015/11/27/abraccine-organiza-ranking-dos-100-melhores-filmes-brasileiros/
|título= Abraccine organiza ranking dos 100 melhores filmes brasileiros
|publicado= abraccine.org}}</ref>
 
== Sinopse ==
Em 1935, o Governo de [[Getúlio Vargas]] esmagou a revolta militar da [[Aliança Nacional Libertadora]], conhecida como [[Intentona Comunista]], e aplicou medidas que suspendiam as garantias das liberdades individuais de todos os brasileiros. Graciliano Ramos, escritor afamado e dirigente público de Ensino em [[Alagoas]] simpatizante [[comunista]] que trabalhava no Palácio do Governo, acabou sendo preso em março de 1936 sem haver um processo formal de acusação. Depois de um tempo nos quartéis, cárceres públicos onde presenciou a ordem de deportação de [[Olga Benário Prestes]] e Elisa, e num hospital em que podia receber as visitas de advogado e da esposa Heloísa, ele foi enviado à remota Colônia Penal da [[Ilha Grande (Angra dos Reis)|Ilha Grande]]. Ali, apesar de muito doente devido a uma [[úlcera]] mal curada, continuou a escrever e consegue sobreviver aos 10 meses de confinamento<ref>[http://acervo.oglobo.globo.com/fatos-historicos/cannes-aclama-memorias-do-carcere-9900154 Acervo de O Globo Acessado em 28-11-15] </ref> em condições precárias e sofrendo crueldades, com a ajuda de alguns funcionários e dos demais prisioneiros de sua seção, ladrões e revoltosos políticos, e que esperavam serem retratados nos livros do escritor.
 
== Elenco ==
*[[Carlos Vereza]] .... [[Graciliano Ramos]]
*[[Glória Pires]] .... Heloísa, esposa de Graciliano
*[[Oswaldo Neiva]]
*[[Mário Petraglia]]...capitão Macedo, prisioneiro
*[[André De Biase]]...tenente, prisioneiro
 
==Principais prêmios e indicações==
'''[[Festival de Cannes]]''' - 1984
*Prêmio FIPRESCI: Nelson Pereira dos Santos
 
'''[[Festival de Havana]]''' - 1984
*Prêmio Grand Coral: Nelson Pereira dos Santos
 
'''[[Associação Paulista dos Críticos de Arte]]''' - 1985
*[[Troféu APCA]]: melhor ator - Carlos Vereza, melhor filme - Nelson Pereira dos Santos
 
== Ver também ==
*[[Vidas Secas (filme)|Vidas Secas]]
*[[São Bernardo (filme)|São Bernardo]]
{{Referências}}
 
== Ligações externas ==
* [https://web.archive.org/web/20040707120059/http://www.graciliano.com.br/artecapas/CartazMemoriasDoCarcere.jpg Cartaz do filme]
* [http://www.bcc.org.br/fotos/galeria/003369 Acervo fotográfico]
 
{{esboço-filmebra}}
{{Graciliano Ramos}}
{{APCA de melhor filme}}