Diferenças entre edições de "Seleção Chinesa de Futebol"

2 797 bytes adicionados ,  20h55min de 14 de abril de 2020
+ informações atuais
m (corrigindo ref)
(+ informações atuais)
 
Em março de 2014, [[Alain Perrin]] foi anunciado como novo técnico, continuando com as eliminatórias para a Copa da Ásia. O time conseguiu a classificação como o melhor terceiro colocado. Depois de dez partidas invencibilidade antes do torneio, a China ganhou sua primeira partida na Copa da Ásia por 1x0 contra a [[Seleção Saudita de Futebol|Arábia Saudita]]. Também ganharam as duas partidas seguintes, contra [[Seleção Uzbeque de Futebol|Uzbequistão]] e [[Seleção Norte-Coreana de Futebol|Coreia do Norte]], por 2x1 em ambas, e qualificando para as fases finais pela primeira vez em onze anos. Porém, o time foi eliminado nas quartas-de-final ao perder por 2x0 para a [[Seleção Australiana de Futebol|Austrália]].
 
=== Rápida passagem de Fabio Cannavaro ===
Em março de 2019, o lendário zagueiro italiano Fabio Cannavaro foi anunciado como técnico da China. O técnico dividia o trabalho na seleção nacional com o [[Guangzhou Evergrande Taobao Football Club|Guangzhou Evergrande]] e em abril do mesmo ano decidiu manter-se apenas como técnico do clube de [[Cantão (cidade)|Cantão]], deixando o cargo na seleção chinesa.<ref>{{citar web|url=https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/futebol-internacional/2019/04/29/noticia_futebol_internacional,581536/cannavaro-deixa-selecao-chinesa-com-menos-de-dois-meses-de-trabalho.shtml|título=Fabio Cannavaro deixa comando da Seleção Chinesa com menos de dois meses de trabalho|publicadopor=Mg.superesportes|data=29 de abril de 2019|acesso=14 de abril de 2020}}</ref>
 
=== Retorno de Perrin ===
 
Em 24 de maio de 2019, Alain Perrin foi anunciado novamente como técnico. Nessa época surgiu uma tendência de naturalizar jogadores nascidos em outros países para fortalecer a seleção. O volante nascido inglês [[Nico Yennaris|Li Ke]] (antes Nico Yennaris) e o atacante brasileiro [[Ai Kesen]] (antes Elkeson) obtiveram cidadania chinesa em 2019 e passaram a ser elegíveis para convocações. Ai Kesen é o nonagésimo jogador nascido no Brasil a jogar por outra seleção na história.<ref>{{citar web|url=https://edition.cnn.com/2019/08/21/football/elkeson-china-brazil-spt-intl/index.html|título=Brazilian-born striker Elkeson set to play for China|publicadopor= [[CNN]] Sports|data= 21 de agosto de 2019|acesso= 14 de abril de 2019|idioma= inglês}}</ref>
 
Durante as [[Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022 – AFC|eliminatórias asiáticas de 2022]] com Alain Perrin a China alcançou alguns resultados expressivos como 5-0 contra as [[Seleção Maldiva de Futebol|Maldivas]] (com dois gols de Ai Kesen) e 7-0 contra [[Seleção Guamesa de Futebol|Guam]], no entanto o técnico acabou demitido novamente após um empate sem gols com [[Seleção Filipina de Futebol|Filipinas]] e uma derrota por 2-1 para a [[Seleção Síria de Futebol|Síria]].<ref>{{citar web|url=https://www.sportsnet.ca/soccer/lippi-resigns-china-lose-first-world-cup-qualifier/|título=Lippi resigns after China lose first World Cup qualifier|publicadopor= Sportnet.ca|data=14 de novembro de 2019|acesso= 14 de abril de 2020|idioma=inglês}}</ref>
 
=== Era Li Tie ===
Em 2 de janeiro de 2020, o então auxiliar [[Li Tie]] foi anunciado como novo técnico da seleção chinesa.<ref>{{citar web|url=https://istoe.com.br/li-tie-ex-meia-do-everton-e-anunciado-como-novo-tecnico-da-china/|título= Li Tie, ex-meia do Everton, é anunciado como novo técnico da China| publicadopor= [[Isto É]]|data= 2 de janeiro de 2020| acesso= 14 de abril de 2020}}</ref>
 
== Uniforme ==
4 780

edições