Diferenças entre edições de "Afeganistão"

2 bytes removidos ,  22h58min de 16 de abril de 2020
m
Foram revertidas as edições de 2804:431:CFD4:37BF:1048:7C20:2F7B:EFB0 para a última revisão de 201.148.97.251, de 18h47min de 29 de março de 2020 (UTC)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 2804:431:CFD4:37BF:1048:7C20:2F7B:EFB0 para a última revisão de 201.148.97.251, de 18h47min de 29 de março de 2020 (UTC))
Etiqueta: Reversão
 
=== Transportes ===
endoA rede rodoviária está atualmente sendo reconstruída e também está sendo ampliada. A chamada estrada do anel, a principal artéria do país, que interliga cerca de 60% da população, foi restaurada. Em 2007, 715 quilômetros de estrada já haviam sido renovadas.<ref>{{citar web |titulo=Afghanistan unter dem Terror der Taliban – Erfolgsmeldungen aus Afghanistan |publicado = Aus Politik und Zeitgeschichte |data = 2007 |url =http://www.bpb.de/apuz/30218/afghanistan-unter-dem-terror-der-taliban?p=6 bpb.de |acessodata = 3 de novembro de 2019}}</ref> No entanto, a conclusão do último trecho de 400 quilômetros de extensão, que acabaria com a última lacuna no noroeste do país, está atrasada devido à precária situação de segurança local.<ref>Peter Wonacott: [http://online.wsj.com/article/SB125046546672735403.html ''Afghan Road Project Shows Bumps in Drive for Stability''], The Wall Street Journal</ref> Além disso, mais de 800 quilômetros de estradas secundárias foram renovados ou recém-criados em meados de 2007. A rede rodoviária toda é composta de 42.150 quilômetros, dos quais 12.350 km são pavimentados.<ref>[https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/af.html CIA - The World Factbook]</ref>
As redes rodoviária está atualmente
endo reconstruída e também está sendo ampliada. A chamada estrada do anel, a principal artéria do país, que interliga cerca de 60% da população, foi restaurada. Em 2007, 715 quilômetros de estrada já haviam sido renovadas.<ref>{{citar web |titulo=Afghanistan unter dem Terror der Taliban – Erfolgsmeldungen aus Afghanistan |publicado = Aus Politik und Zeitgeschichte |data = 2007 |url =http://www.bpb.de/apuz/30218/afghanistan-unter-dem-terror-der-taliban?p=6 bpb.de |acessodata = 3 de novembro de 2019}}</ref> No entanto, a conclusão do último trecho de 400 quilômetros de extensão, que acabaria com a última lacuna no noroeste do país, está atrasada devido à precária situação de segurança local.<ref>Peter Wonacott: [http://online.wsj.com/article/SB125046546672735403.html ''Afghan Road Project Shows Bumps in Drive for Stability''], The Wall Street Journal</ref> Além disso, mais de 800 quilômetros de estradas secundárias foram renovados ou recém-criados em meados de 2007. A rede rodoviária toda é composta de 42.150 quilômetros, dos quais 12.350 km são pavimentados.<ref>[https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/af.html CIA - The World Factbook]</ref>
 
O rio [[Amu Dária]], situado na fronteira, bem como o [[rio Panj]] são obstáculos naturais ao transporte terrestre para o Uzbequistão e o Tajiquistão, pois existem apenas algumas pontes sobre esses dois rios. Além disso, às vezes há um alto risco de minas e muitas estradas são frequentemente inundadas, dependendo da estação. Aplicam-se, no Afeganistão, os regulamentos de tráfego rodoviário da RDA.<ref>Wulf Schmiese: [http://www.faz.net/aktuell/politik/ausland/steinmeier-in-afghanistan-die-gefahr-ist-groesser-geworden-1669071.html ''„ Die Gefahr ist größer geworden“.''] 26 de julho de 2008.</ref>
215 424

edições