Diferenças entre edições de "Angel Hits & Amigos"

862 bytes adicionados ,  06h46min de 23 de abril de 2020
sem resumo de edição
 
| Próximo álbum = '''[[Angélica (2001)|Angélica]]'''<br> (2001)
}}
'''''Angel Hits & Amigos''''' é o décimo segundo [[álbum de estúdio]] da [[apresentadora]] e [[cantora]] [[Brasil|brasileira]] [[Angélica (apresentadora)|Angélica]], lançado em 1999. É também, junto com ''[[Meu Jeito de Ser]]'', o único álbum de estúdio da cantora, que não tem o próprio nome dela como título. O álbum foi o primeiro no direcionamento da cantora, paraa um público mais adulto.<ref name="papo">{{citar web |url=http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/arquivo/musica/angelica-cantora-e-apresentadora-de-tv.jhtm|titulo=BATE-PAPO COM Angélica |trabalho=Bate-papo UOL|data=11 de novembro de 1999|publicado=[[UOL HOST]]|autor=|acessodata=6 de julho de 2015}}</ref> O disco, na maioria das faixas, conta com a participação de outros artistas, amigos de Angélica.<ref name="amigos">{{citar web |url=http://web.archive.org/web/20150528014302/http://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=52047&PageNo=13|titulo=Angélica no rastro do reino dos adultos|trabalho=[[O Globo]]|data=23 de outubro de 1999|publicado=|autor=|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref><ref name="hits">{{citar web |url=http://web.archive.org/web/20150528015750/http://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=52184&PageNo=13|titulo=Apenas uma mulher|trabalho=[[Jornal do Brasil]]|data=29 de outubro de 1999|publicado=|autor=Mônica Soares|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref><ref name="angel">{{citar web |url=http://www.terra.com.br/istoegente/13/reportagens/rep_mattar.htm|titulo=Um altar para o amor de Maurício e Angélica|trabalho=[[ISTOÉ Gente]]|data=1 de novembro de 1999|publicado=[[Terra Networks]]|autor=Chantal Brissac|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref> Foi o último disco lançado pela gravadora [[Sony]].
 
O disco conta com a participação de outros artistas, amigos de Angélica.<ref name="amigos">{{citar web |url=http://web.archive.org/web/20150528014302/http://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=52047&PageNo=13|titulo=Angélica no rastro do reino dos adultos|trabalho=[[O Globo]]|data=23 de outubro de 1999|publicado=|autor=|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref><ref name="hits">{{citar web |url=http://web.archive.org/web/20150528015750/http://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=52184&PageNo=13|titulo=Apenas uma mulher|trabalho=[[Jornal do Brasil]]|data=29 de outubro de 1999|publicado=|autor=Mônica Soares|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref><ref name="angel">{{citar web |url=http://www.terra.com.br/istoegente/13/reportagens/rep_mattar.htm|titulo=Um altar para o amor de Maurício e Angélica|trabalho=[[ISTOÉ Gente]]|data=1 de novembro de 1999|publicado=[[Terra Networks]]|autor=Chantal Brissac|acessodata=27 de maio de 2015}}</ref> Foram feitos videoclipes para promovê-lo, o videoclipe para a canção "Boogie Oogie Oogie" foi gravado no Rock in Rio Café, com uma sátira a história de [[Cinderela]], <ref>{{citar revista |ultimo= |primeiro= |titulo=Dos tempos da discoteca a Cinderela |lingua=Português|página=27 |revista=[[Manchete (revista)|Manchete]] |local=[[Rio de Janeiro]] |editora=[[Bloch Editores]] |acessodata=28 de fevereiro de 2020|data=16 de outubro de 1999|url=http://memoria.bn.br/DocReader/004120/311141}}</ref> já a canção "O Sal da Terra" teve seu clipe gravado em [[Grumari]].<ref>{{citar revista |ultimo= |primeiro= |titulo=Angélica e J. Quest: Clipe em Grumari |lingua=Português|página=23 |revista=[[Manchete (revista)|Manchete]] |local=[[Rio de Janeiro]] |editora=[[Bloch Editores]] |acessodata=28 de fevereiro de 2020|data=23 de outubro de 1999|url=http://memoria.bn.br/DocReader/004120/311237}}</ref>
 
Esse foi o último disco lançado pela gravadora [[Sony]].
 
== Faixas ==