Diferenças entre edições de "Amostragem (medicina)"

592 bytes adicionados ,  21h57min de 2 de maio de 2020
*A punção (também chamada de ''centese'') seguida da aspiração é o principal método usado para amostrar muitos tipos de tecidos e fluidos corporais. Exemplos são [[toracocentese]] para amostra de [[fluido pleural]], e [[amniocentese]] para amostrar [[fluido amniótico]]. O principal método de centese, por sua vez, é [[punção aspirativa por agulha fina]], mas também existem agulhas de design um tanto diferente, como para [[Mielograma|aspiração de medula óssea]]. A punção ''sem'' aspiração pode ser suficiente, por exemplo, [[Capilar sanguíneo|coleta de sangue capilar]].
* Raspagem ou esfregaço. Em um [[teste de Papanicolau]], as células são raspadas de um [[colo uterino]] com uma [[espátula]] e escova especiais ou um dispositivo especial para varredura inserido através da [[vagina]] sem a necessidade de perfurar nenhum tecido. As células epiteliais para os testes de DNA podem ser obtidas passando um [[cotonete]] no interior de uma bochecha na boca.
 
=== Biópsia ou citopatologia ===
 
Em termos de técnica de amostragem, uma [biópsia]] geralmente se refere a uma preparação em que a estrutura normal do tecido é preservada, valendo-se para o exame de células individuais e sua organização para o estudo da [[histologia]], enquanto uma amostra para [[citopatologia]] é preparada principalmente para o exame de células individuais, não necessariamente preservando a estrutura do tecido. Exemplos de procedimentos de biópsia são [[biópsia da medula óssea]], [[biópsia cerebral]], [[biópsia cutânea]] e [[biópsia hepática]].
 
{{referências}}