Diferenças entre edições de "Egoísmo"

693 bytes removidos ,  12h05min de 7 de maio de 2020
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Remoção considerável de conteúdo
A sociedade acabou por definir o egoísmo e o egocentrismo como características negativas numa personalidade, porém diferente disso, [[Ayn Rand]] demonstra no [[Objetivismo]] e no livro A Revolta de Atlas ([[Atlas Shrugged]]) que o ser egoísta contribui positivamente para a sociedade e pode muitas vezes, desfrutando de seu ego e do prazer que sente em ajudar as pessoas, agir de maneira semelhante ao altruísta, porém por puro interesse próprio.
 
== Natural ou adquirido? ==
Há controvérsia se o egoísmo é uma característica natural humana ou se é um hábito adquirido, como um vício moral da pessoa.
 
A [[psicologia do desenvolvimento]] observa que a [[infância]] se caracteriza pela passagem de uma atitude naturalmente egocêntrica - em que a criança tem por referência seu organismo e suas necessidades - para uma atitude social e interativa. Deste modo, o egoísmo seria a recusa da pessoa em deixar essa fase infantil, uma luta por manter viva a fantasia do egocentrismo.
 
Naturalistas, como [[Richard Dawkins]], postulam a base natural do egoísmo a partir da tendência dos [[replicadores]] do organismo se associarem apenas segundo o interesse de passar à próxima geração de organismos. É a hipótese do ''gene egoísta'', ou seja, de que os mecanismos genéticos de reprodução agem com fins imediatos e egoístas. O altruísmo seria uma legítima construção da cultura humana.]]
 
{{Referências}}
 
{{Emoções}}
 
{{DEFAULTSORT:Egoismo}}
[[Categoria:Emoções]]
[[Categoria:Psicologia da personalidade]]