R-7 Semyorka: diferenças entre revisões

75 bytes adicionados ,  15 de maio de 2020
m
sem resumo de edição
(Adições de referências)
m
{{Info/Objeto/Wikidata}}
 
O '''R-7 Semyorka''' foi o primeiro [[míssil]] balístico intercontinental do mundo, tendo sido desenvolvido pela antiga [[União das Repúblicas Socialistas Soviéticas]] durante a [[Guerra Fria]].<ref name="r-7" /> O R-7 realizou 28 lançamentos entre 1957 e 1961, mas nunca foi utilizado operacionalmente. Um derivado, o R-7A, foi utilizado entre 1959 a 1968. Para o ocidente era conhecido pela [[OTAN|NATO]] como '''SS-6 Sapwood''' e dentro da União Soviética por GRAU índice '''8K71'''.<ref>{{citar livro |ultimo=Chertok |primeiro=Boris |editor1-last=Siddiqui|editor1-first=Asif|data=[[2006]]|titulo=Rockets and People, Volume 2: Creating a Rocket Industry|capitulo=The Birth of a Firing Range|lingua=inglês|acessodata=13 de maio de 2020|url=http://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|urlmorta=no |local=[[Estados Unidos]] |editora=U.S. Government Printing Office |isbn= 0160766729|página=317|arquivourl=https://web.archive.org/web/20200403203108/https://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|arquivodata=3 de abril de 2020|authorlink=Boris Chertok}}</ref>
 
Uma versão modificada do R-7 Semyorka, conhecida como Sputnik Rocket, de dois estágios, com 19 metros de altura e 137 toneladas (10,835 toneladas sem combustível) foi utilizada para fins pacíficos ao lançar o primeiro [[satélite artificial]] [[Sputnik]] na [[órbita]] da [[Terra]] em [[4 de outubro]] de [[1957]]. Era a menor versão de todas do míssil.<ref name="r-7">{{citar web|URL = http://www.energia.ru/english/energia/launchers/rocket-r7.html|título = S.P.Korolev RSC Energia - Rockets|data = |acessadoem = |autor = S.P.Korolev RSC Energia.|publicado = }}</ref>
 
O nome amplamente utilizado "semyorka", significa "antigo número 7" em [[Língua russa|Russo]].<ref>{{citar livro |ultimo=Chertok |primeiro=Boris |editor1-last=Siddiqui|editor1-first=Asif|data=[[2006]]|titulo=Rockets and People, Volume 2: Creating a Rocket Industry|capitulo=Flying by the Stars|lingua=inglês|acessodata=13 de maio de 2020|url=http://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|urlmorta=no |local=[[Estados Unidos]] |editora=U.S. Government Printing Office |isbn= 0160766729|página=235|arquivourl=https://web.archive.org/web/20200403203108/https://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|arquivodata=3 de abril de 2020|authorlink=Boris Chertok}}</ref>
 
== Descrição ==
 
== Desenvolvimento ==
O desenho deste míssil começou em [[1953]], em [[Kaliningrado|Kaliningrad]], [[Moscovo|Moscou]] pela [[RKK Energia]]. Foi utilizado pela primeira vez no dia [[15 de maio]] de [[1957]], num voo experimental fracassado após cerca de 100 segundos, quando os motores foram desligados devido a um incêndio no Bloco D.<ref>{{citar livro |ultimo=Chertok |primeiro=Boris |editor1-last=Siddiqui|editor1-first=Asif|data=[[2006]]|titulo=Rockets and People, Volume 2: Creating a Rocket Industry|lingua=inglês|capitulo=15 May 1957|acessodata=13 de maio de 2020|url=http://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|urlmorta=no |local=[[Estados Unidos]] |editora=U.S. Government Printing Office |isbn= 0160766729|página=352|arquivourl=https://web.archive.org/web/20200403203108/https://www.nasa.gov/pdf/635963main_RocketsPeopleVolume2-ebook.pdf|arquivodata=3 de abril de 2020|authorlink=Boris Chertok}}</ref> Do R-7, foram criados os foguetes das missões [[Vostok I|Vostok]] e [[Soyuz]], esse último sendo utilizado até hoje.
 
<gallery widths="180px" heights="250px">