Diferenças entre edições de "Taboritas"

237 bytes adicionados ,  18h41min de 16 de maio de 2020
m
manutenção refs.
m
m (manutenção refs.)
{{sem-mais fontes|este artigo|data=julho de 2010}}
Os '''taboritas''' eram membros de uma comunidade cristã, considerada [[heresia|herética]] pela [[Igreja Católica]]. Situados na cidade [[boêmia]] de [[Tábor]] durante as [[Guerras Hussitas]] do século XV.<ref>{{citar web|url = https://d-nb.info/gnd/4184315-0 |título = Taboritas |obra = [[Biblioteca Nacional da Alemanha]] |língua = de |acessodata = 16 de maio de 2020}}</ref> O movimento de reforma religiosa na Boêmia levou a várias [[seita]]s. Começando com as seitas mais radicais foram: [[adamita]]s, taboritas, [[orebitas]], [[utraquistas]] e [[pragueiros]]. O impulso da [[revolução]] nasceu a partir da queima de [[Jan Hus]], para simplificá-los, muitos escritores colocaram estas seitas sob o nome de ''[[hussitas]].''
 
A ala radical e revolucionária mais ampla do movimento de reforma social e religiosa dos hussitas, os seguidores de [[Jan Hus]], queimado na fogueira em [[Concílio de Constança|Constança]], em [[1415]], os taboritas foram combatidos pela Igreja Católica e a [[nobreza]] feudal, depois de uma guerra de quase duas décadas, que pode exterminá-los. A comunidade dura trinta anos, então se desfez após a derrota na [[Batalha de Lipany]] em [[30 de maio]] de [[1434]], quando de 13 a {{fmtn|18000}} homens foram mortos.
== Referências ==
<references />
{{Protestantismo}}
 
{{Controle de autoridade}}
 
[[Categoria:Guerras envolvendo os hussitas]]
[[Categoria:Protestantismo]]