Diferenças entre edições de "Chapada"

Sem alteração do tamanho ,  02h26min de 21 de maio de 2020
m
Foram revertidas as edições de 2804:431:CFD2:3B78:316A:9CD0:2732:3B8 (usando Huggle) (3.4.10)
(MELHORAS)
Etiquetas: Editor Visual Possível resumo indevido
m (Foram revertidas as edições de 2804:431:CFD2:3B78:316A:9CD0:2732:3B8 (usando Huggle) (3.4.10))
Etiquetas: Huggle Reversão
{{ver desambiguação}}
[[Imagem:Chapada diamantina.jpg|thumb|250px|[[Chapada Diamantina]], estado da Bahia, Brasil]]
'''Chapada''' é um termo COLEGIO ALBERT SABIN MAIOR DE TODOS das áreas de [[Geografia]] e [[Geologia]] que corresponde a uma área de terra elevada, de dimensões consideráveis, com topo relativamente ou essencialmente plano. Também referido como altiplano, ou [[Planalto]].
 
No [[Brasil]], são formações típicas naturais, geralmente localizadas em áreas de intersecção de [[Biomas do Brasil|biomas]]. São áreas fundamentais para a preservação dos biomas brasileiros: [[Amazônia]], o [[Pantanal]], o [[Cerrado]], a [[Caatinga]], a [[Mata Atlântica]] e o [[Pampa]], que geralmente abrigam Parques Nacionais como o da [[Chapada Diamantina]], da [[Parque Nacional da Chapada dos Guimarães|Chapada dos Guimarães]], da [[Microrregião da Chapada dos Veadeiros|Chapada dos Veadeiros]], da [[Chapada das Mesas]], do [[Monte Roraima]], dentre outros, Parques Estaduais, como o [[Vassununga|Parque Estadual do Vassununga]] Reservas e APAS. Em linhas gerais são locais que possuem altitudes de 300 a 2.810 metros acima do nível do mar, ricas em sua fauna, flora e recursos naturais, características que também lhes conferem amplos potenciais ecológicos e turísticos.
 
As chapadas do [[Região Centro-Oeste do Brasil|Centro-Oeste]], como a dos [[Chapada dos Veadeiros|Veadeiros]] em [[Goiás]] e dos [[Chapada dos Guimarães|Guimarães]] no [[Mato Grosso]], são divisores de águas entre as Bacias Amazônicas, Platina, do rio São Francisco e do Tocantins, formando também a [[Chapada da Natividade]], no sul do estado do [[Tocantins]]. No Nordeste Oriental a Depressão Sertaneja e do rio São Francisco sofreram transgressão marinha, o que contribuiu para a presença de fósseis de répteis gigantescos na [[Chapada do Araripe]] e em jazidas de sal-gema (cloreto de sódio encontrado no subsolo). No [[Região Sudeste do Brasil|Sudeste]], a [[Chapada Guarani]] nasce em grandes áreas de afloramento do [[Aquífero Guarani]], aonde a relação do solo com o enorme volume de água presente no subsolo forma o relevo conhecido como [[cuesta]] e cria a faixa de transição entre a Mata Atlântica e o Cerrado Brasileiro, sendo essa a chapada de maior índice demográfico, passando por diversas importantes cidades do interior do Estado. No interior do [[Bahia|Estado da Bahia]] encontra-se a maior Chapada Diamantina, que está um do maiores Parques Nacionais do Brasil. Na triplice fronteira entre o Brasil, a Guiana e a Venezuela talvez uma mais icônicas das formações típicas de chapada, o Monte Roraima.
 
No [[Região Norte do Brasil|Norte do Brasil]] e [[Região Nordeste do Brasil|Região Nordeste]] em especial nos estados do [[Maranhão]], Tocantins, [[Ceará]] e Bahia encontram-se as chapadas que dividem os biomas da Caatinga, do Cerrado e da Amazônia. Respectivamente são a Chapada das Mesas, Chapada da Natividade, Chapada do Araripe, Chapada das Mesas e Chapada Diamantina. Numa grande variedade de chapadas e [[Região Nordeste]] onde no Maranhão pode se encontrar a Chapada das Mesas.