Diferenças entre edições de "De Tranquillitate Animi"

29 bytes adicionados ,  15h17min de 27 de maio de 2020
Ligações externas e referências
m (+ 5 categorias usando HotCat)
(Ligações externas e referências)
“''Estou bem ciente de que essas oscilações da alma não são perigosas e nem me ameaçam de nenhuma desordem séria. Para expressar aquilo de que me queixo por um simulacro exato, não estou sofrendo de uma tempestade, mas de enjoo do mar. Tire de mim, pois, esse mal, seja ele qual for, e ajude aquele que está em aflição mesmo ao avistar a terra''“. (I, 17)
 
“Patrimônio“''Patrimônio, essa fonte mais fértil das dores humanas: se compararmos todos os outros males de que sofremos – mortes, enfermidades, medos, arrependimentos, dores e fadigas – com as misérias que o nosso dinheiro nos inflige, este último pesará muito mais do que todos os outros. Reflita, pois, quanto menos dor é nunca ter tido dinheiro do que tê-lo perdido".'' (VIII, 1-2)
 
“''Nunca poderemos afastar a tão profunda e vasta diversidade da iniquidade com que somos ameaçados a ponto de não sentir o peso de muitas tempestades, se oferecermos largas velas ao vento do mar”'' (IX,3).
 
"''Você verá as obras de todos os oradores e historiadores empilhadas sobre estantes que chegam até o teto. Nos dias de hoje, uma biblioteca tornou-se tão necessária como um apêndice de uma casa como um banho quente e frio.''” (IX,7)
 
<br />
== Leitura Adicional ==
 
==== Traduções ====
 
* Alexandre Pires Vieira. ''Sobre a Tranquilidade da Alma''. 2020, Montecristo Editora. {{ISBN|9781619651784}}
* José Eduardo S. Lohner. ''Sobre a Tranquilidade da Alma''. 2014, Penguin . {{ISBN|9788582850060}}
 
== ReferênciasLigações externas ==
 
* {{Wikisource-inline|Of Peace of Mind}}
* [https://www.estoico.com.br/1605/resenha-sobre-a-tranquilidade-da-alma-seneca/ Resenha de Sobre a Tranquilidade da Alma]
 
== Referências ==
[[Categoria:Filosofia da mente]]
[[Categoria:Estoicismo]]
Utilizador anónimo