Diferenças entre edições de "Vieira de Leiria"

1 byte removido ,  09h57min de 29 de maio de 2020
m (Gralha na população)
 
Em [[1632]], o [[Diocese de Leiria-Fátima|Bispo de Leiria]] D. [[Dinis Melo e Castro|Dinis de Melo e Castro]] separou de Monte Real o lugar de Carvide, que se constitui em nova freguesia, à qual ficou pertencendo Vieira de Leiria, que, por sua vez, se desanexou daquela em 1740, constituindo-se em freguesia.
 
A primeira referência documental ao nome da freguesia só aparece em 1527 no "Cadastro da População do Reino": "aldea de Carvide cõ casaes da Vieira e da Pasagem, 30". Significa que por aqui existiam 30 fogos correspondentes a uma população estimada entre 100 a 135 habitantes. Crê-se que o crescimento desta zona tenha tido lugar a partir daquela época. É que, como diz o "Couseiro" ou Memórias do Bispado de Leiria "no logar da Passagem está uma ermida, da invocação de [[Nossa Senhora da Ajuda]], feita no ano de 1614". E "outra no logar da Vieira, da invocação de [[Nossa Senhora dos Milagres]], imagem de vulto, feita no annoano de 1615". A construção desses templos é um indício bastante para acreditar no certo grau de desenvolvimento atingido pelas duas povoações.
 
E essa confirmação surge no [[século XVIII]] com sinais de que Vieira de Leiria regista um crescimento paralelo ao intensificar da exploração do Pinhal. Dá-se então a criação da freguesia e dezoito anos depois, já existem 200 fogos e 600 moradores.
Utilizador anónimo