Diferenças entre edições de "Regimento"

2 613 bytes adicionados ,  18h21min de 1 de junho de 2020
m
Foram revertidas as edições de 2804:431:CFDD:2FD6:A516:18F9:BF7C:2C66 para a última revisão de Hume42, de 17h38min de 22 de fevereiro de 2019 (UTC)
(reserva s iss)
m (Foram revertidas as edições de 2804:431:CFDD:2FD6:A516:18F9:BF7C:2C66 para a última revisão de Hume42, de 17h38min de 22 de fevereiro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
'''Regimento''' é uma [[unidade militar]] tradicionalmente comandada por um [[coronel]] e composta por um número variável de [[batalhão|batalhões]] ou subunidades equivalentes da mesma arma.
 
Em termos de organização e de funções, os regimentos dos vários [[exército]]s podem ser divididos em dois grandes tipos, scorrespondentes titularesaos ousistemas concedidosRegimental pelose monarcasContinental. aOs títuloregimentos dedo recompensa.primeiro Aotipo assumiremconstituem ounidades seu cargooperacionais, osempenháveis coronéisem tornavam-secombate. numa espécieos dedo proprietáriossegundo dostipo seussão regimentos,apenas responsabilizando-seunidades pela sua administraçãoadministrativas, instrução,responsáveis pagamento,pela fardamentogestão enão recrutamento.operacional Comodas osuas cargosubunidades de coronel era- sobretudoestas honoríficosim, oconstituindo comandounidades efetivooperacionais dos regimentos era assumido por- oficiaisem profissionaistermos de menorrecursos patente como os [[mestrehumanos, de campo|mestresinstrução, de campo]]mobilização e osde [[sargento-mor|sargentos-mores]]reserva.
 
A dimensão, a organização e a função dos regimentos modernos varia bastante de exército para exército, podendo mesmo variar dentro de um mesmo exército. Em alguns exércitos, pode nem sequer existir este tipo de unidades. Nos exércitos que mantêm regimentos de múltiplos batalhões como unidades operacionais de combate, dependendo do país, da arma, da organização e da função, estes têm caraterísticas muito semelhantes às de uma [[brigada (militar)|brigada]], podendo incluir além de subunidades da arma a que estão associados, também subunidades de apoio de outras armas e de serviços. Por outro lado, alguns exércitos, por razões históricas, designam como "regimentos" algumas unidades de dimensões menores, normalmente do escalão de batalhão.
 
==História==
[[Imagem:Rég de Picardie 1558.png|thumb|right|215px|Bandeira do ''Regimént de Picardie'', criado em [[1564]] a partir da ''Bande de Picardie'' e origem do atual ''1er Régiment d'Infanterie'' do Exército Francês.]]
O termo "regimento" tem a sua origem etimológica no termo [[Latim|latino]] "''regimentum''" que significa "[[governo]]", referindo-se, no contexto militar, a uma unidade organizada sob o governo ou comando de um chefe.
 
As primeiras unidades militares do tipo aproximadamente igual o ao que viria a ser conhecido como "regimento", foram os [[terço (militar)|terços]] criados oficialmente pelo [[Anexo:Lista de imperadores do Sacro Império Romano-Germânico|Imperador]] [[Carlos V da Alemanha|Carlos V]], em [[1534]], mas com origens em unidades similares empregues pelas tropas de [[Castela]] já desde o [[século XV]].
 
Em [[1558]], na [[França]], as antigas unidades militares de infantaria conhecidas como "''bandes''" são transformadas em unidades mais estruturadas e permanentes, que se passam a designar "regimentos". O termo "regimento" acabou por generalizar-se e ser adoptado por quase todos os exércitos europeus.
 
Cada regimento era comandado por um coronel e incluía diversas [[companhia (militar)|companhias]] comandadas por [[capitão (militar)|capitães]]. Os cargos de coronel de cada regimento - bem como os de capitão de cada companhia - são normalmente comprados pelos seus titulares ou concedidos pelos monarcas a título de recompensa. Ao assumirem o seu cargo, os coronéis tornavam-se numa espécie de proprietários dos seus regimentos, responsabilizando-se pela sua administração, instrução, pagamento, fardamento e recrutamento. Como o cargo de coronel era sobretudo honorífico, o comando efetivo dos regimentos era assumido por oficiais profissionais de menor patente como os [[mestre de campo|mestres de campo]] e os [[sargento-mor|sargentos-mores]].
 
O regimento era essencialmente uma unidade administrativa, correspondendo a um conjunto de tropas sob uma administração e um aquartelamento comuns. A unidade tática era o [[batalhão]], com o regimento a agrupar vários destes. Nalguns exércitos, cada regimento organizava-se taticamente como um único batalhão, confundindo-se com este. Neste caso, o regimento e o batalhão constituíam, respetivamente, a vertente administrativa e a vertente tática da mesma entidade.