Diferenças entre edições de "Glicólise"

Sem alteração do tamanho ,  19h42min de 6 de junho de 2020
sem resumo de edição
m (Ajuste)
Etiqueta: Desfazer
'''Glicólise''' (do grego antigo "γλυκύς" (''glykýs''), adocicado e "λύσις" (lýsis), quebra, degradação) é uma sequência [[metabolismo|metabólica]] composta por um conjunto de dez reações [[Catalisador enzimático|catalisadas]] por enzimas livres no [[citosol]], na qual a [[glicose]] é oxidada produzindo duas moléculas de [[piruvato]], duas moléculas de [[Adenosina trifosfato|ATP]] e dois equivalentes reduzidos de NADH<sup>+</sup>, que serão introduzidos na [[cadeia respiratória]] ou na [[fermentação]].<ref name="leninger">{{citar livro |titulo=Lehninger Principles of Biochemistry |ano=2000 |editora=Worth Publishers |local=USA |isbn=1-57259-153-6 |paginas=724 |autor=David L Nelson e Michael M Cox }}</ref> A glicólise é uma das principais rotas para geração de ATP nas células e está presente em todos os tipos de tecidos.<ref name="marks">{{citar livro |titulo=Mark's Basic Medical Biochemistry: a clinical approach |ano=2009 |edicao= 3rd edition |editora=Lippincott Williams & Wilkins |local=USA |isbn=078177022x |paginas=1011 |autor=Michael Lieberman e Allan D Marks }}</ref>
 
A importância da glicólise emna nossa economia energética é relacionada com a disponibilidade de glicose no sangue, assim como com a habilidade da glicose gerar [[Adenosina trifosfato|ATP]] tanto na presença quanto na ausência de oxigênio. A glicose é o principal [[carboidrato]] em nossa dieta e é o açúcar que circula no sangue para assegurar que todas as células tenham suporte energético contínuo. O cérebro utiliza quase exclusivamente glicose como combustível. A [[oxidação]] de glicose a [[piruvato]] gera ATP pela [[fosforilação]] (a transferência de fosfato de intermediários de alta energia da via do ADP) a nível de [[Substrato (química)|substrato]] e [[NADH]]. Subsequentemente, piruvato pode ser oxidado a CO<sub>2</sub> no [[ciclo de Krebs]] e ATP gerado pela transferência de elétrons ao oxigênio na [[fosforilação oxidativa]]. Entretanto, se o piruvato e o NADH gerados na glicólise forem convertidos a [[lactato]] ([[glicólise anaeróbica]]), ATP pode ser gerado na ausência de oxigênio, através da fosforilação a nível de substrato.<ref name="marks" />
 
A glicose tem sua importância também por ser fonte de energia para todos os tipos de células de mamíferos, além de ser fonte exclusiva de energia para as hemácias. O eritrócito maduro não apresenta mitocôndrias, sendo assim obtêm sua energia a partir da glicose por duas principais vias: via glicolítica anaeróbia (Embden-Meyerhof) que envolve 90% da degradação da glicose até lactato, e a via das pentoses fosfato ou derivação da hexose monofosfato, ou ainda via do fosfogliconato.<ref>{{citar periódico|ultimo = NICOLIELO|primeiro = DANIELA|titulo = ATIVIDADE DA 6-FOSFOGLICONATO DESIDROGENASE EM DEFICIENTES DE GLICOSE-6-FOSFATO DESIDROGENASE|jornal = UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - FACULDADE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS - DEPARTAMENTO DE ANÁLISES CLÍNICAS. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISES CLÍNICAS|doi = |url = http://www2.fcfar.unesp.br/Home/Pos-graduacao/BiocienciaseBiotecnologiasAplicadasaFarmacia/daniela_nicolielo-completo.pdf|acessadoem = 02.07.2014 às 22:20h - horário de Brasília}}{{Ligação inativa|1={{subst:DATA}} }}</ref>
Utilizador anónimo