Diferenças entre edições de "Pacto de Sangue"

1 byte removido ,  18h02min de 13 de junho de 2020
Ajustes
(Ajustes)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
 
== Enredo ==
A história se passa em 1870. Brutalmente ferido na luta abolicionista, Antônio pede no leito da morte ao pai, Queiroz Antunes ([[Carlos Vereza]]), que cuideadote doum escravo Bento (Armando Paiva)negro como se fosse seu filho. O juiz aceita o pacto e adota legalmente o meninoescravo Bento (Armando Paiva), o que transforma a vida de ambos – Bento tem acesso aos melhores níveis de estudo, sonhando em se tornar o primeiro juiz negro do Brasil; já Queiroz passa a se colocar cada vez mais contra a escravidão, ainda mais quando se apaixona pela professora abolicionista Aymée ([[Carla Camurati]]).
 
Quem não gosta das mudanças é Violante ([[Esther Góes]]), irmã da falecida mulher de Queiroz e que sempre foi apaixonada pelo cunhado, fazendo da vida da professora um inferno para afastá-la do alvo de seu desejo. Ainda há Isabel ([[Cristina Aché]]), filha caçula de Queiroz que nunca gostou de Bento e não permite que nenhuma mulher tome o lugar de sua falecida mãe, se tornando cada vez mais mentalmente desequilibrada a ponto de se casar com o coronel Tóti ([[Othon Bastos]]) na esperança de dar ao pai um neto semelhante à Antônio para que ele se afaste do ex-escravo e a família volte a ser como antes.
378

edições