Diferenças entre edições de "Morte de Osama bin Laden"

→‎Execução de Bin Laden: lig. qaeda ao irao
(→‎Execução de Bin Laden: lig. qaeda ao irao)
Toda a operação demorou 38 minutos e cerca de metade desse tempo foi dedicado a recolha de material. <ref name=":2">{{Citar web|titulo=Exclusive: Raid yields trove of data|url=https://www.politico.com/news/stories/0511/54151.html|obra=POLITICO|acessodata=2020-06-21|lingua=en|primeiro=Mike|ultimo=Allen}}</ref><ref>{{Citar web|titulo=Osama Bin Laden: Navy SEALS Operation Details of Raid That Killed 9/11 Al Qaeda Leader|url=https://abcnews.go.com/Blotter/khalid-sheikh-muhammad-capture-osama-bin-laden-courier/story?id=13506413|obra=ABC News|acessodata=2020-06-21|lingua=en|primeiro=A. B. C.|ultimo=News}}</ref> A equipa encontrou três Kalashnikov, duas pistolas, dez discos rígidos de computador, muitos documentos, jornais, livros, cartas, DVD´s, cerca de cem ''[[USB flash drive|pen drives]]'' , uma dúzia de telemóveis e diverso equipamento electrónico.<ref name=":2">{{Citar web|titulo=Exclusive: Raid yields trove of data|url=https://www.politico.com/news/stories/0511/54151.html|obra=POLITICO|acessodata=2020-06-21|lingua=en|primeiro=Mike|ultimo=Allen}}</ref><ref>{{Citar web|titulo=Osama bin Laden’s demise: Years-long pursuit, burst of gunfire|url=https://www.mercurynews.com/2011/05/01/osama-bin-ladens-demise-years-long-pursuit-burst-of-gunfire/|obra=The Mercury News|data=2011-05-02|acessodata=2020-06-21|lingua=en-US}}</ref><ref>{{citar web|url=https://web.archive.org/web/20141019013528/http://m.weeklystandard.com/articles/al-qaeda-wasn-t-run_804366.html|titulo=Al Qaeda Wasn’t ‘on the Run|data=15 de Setembro de 2014|publicado=Weekly Standard (Arq. em WayBack Machine)|ultimo=Hayes|primeiro=Stephen F.}}</ref> Foi encontrada também uma grande quantidade de ópio <ref>{{Citar web|titulo=The Man Who Killed Osama bin Laden... Is Screwed|url=https://www.esquire.com/features/man-who-shot-osama-bin-laden-0313|obra=Esquire|data=2013-02-11|acessodata=2020-06-21|lingua=en-US|primeiro=Phil|ultimo=Bronstein}}</ref> e uma vasta coleção de filmes pornográficos, um achado habitual em situações semelhantes. <ref name=":3">{{Citar web|titulo=Bin Laden tinha grande coleção de pornografia|url=https://visao.sapo.pt/atualidade/mundo/2015-05-21-bin-laden-tinha-grande-colecao-de-pornografiaf820342/|data=2015-05-21|publicado=Visão}}</ref><ref>{{Citar web|titulo=Porn Stash Discovered At Bin Laden Compound, Officials Say|url=https://www.huffpost.com/entry/osama-bin-laden-porn_n_861664|data=2011-05-13|lingua=en|publicado=Huffington Post|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
Entre a vasta coleção de livros que Osama Bin Laden se encontrava a ler na altura em que foi morto, há obras sobre teorias da conspiração sobre o ataque de 11 de Setembro às Torres Gémeas e sobre a estratégia militar dos Estados Unidos depois daquele ataque. Foram ainda encontradas obras de [[Noam Chomsky]] e Michael F. Scheuer, um Manual de Direito Internacional, uma enciclopédia sobre religiões , livros relacionados com os [[Illuminati]] e relatórios sobre a energia nuclear na Síria e no Irão.<ref name=":3" />À medida que os documentos vão sendo analisados e desclassificados, outras revelações são feitas; por exemplo a existência de um relatório de 19 páginas sobre as ligações da Al-Qaeda ao Irão.<ref>{{Citar periódico|ultimo=|primeiro=|data=11 de Janeiro de 2017|titulo=CIA Reveals What's Inside Osama Bin Laden’s Files: GIFs, Memes, and Iran Ties|url=https://www.wired.com/story/osama-bin-laden-cia-files-gifs-memes/|jornal=Wired|lingua=en-us|issn=1059-1028|acessodata=}}</ref>
 
== Papel do Paquistão ==
2 805

edições