Diferenças entre edições de "Carta de Pero Vaz de Caminha"

153 bytes adicionados ,  22h55min de 4 de julho de 2020
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de José Rubens Costa, com Reversão e avisos
Etiqueta: Remoção considerável de conteúdo
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de José Rubens Costa, com Reversão e avisos)
:"''Lembra [[William Brooks Greenlee]] que 'a autenticidade desta carta é contestável, mas é o mais antigo relato impresso da viagem de Cabral hoje existente.' Apesar disso, como já ressaltou [[Rubens Borba de Moraes]], 'para os brasileiros este panfleto guarda grande interesse, visto que contém as primeiras notícias impressas da descoberta do Brasil pelo "Capitano Generale Petro Alves Cabrale...alla quale terra d'Santa Croce pose il nome..." '' " (in: ''Brasiliana da Biblioteca Nacional''. p. 33)
 
== O pedidoPedido finalFinal ==
NoO pedido que Caminha faz no último parágrafo da cartaCarta é muitas vezes tido como a primeira tentativa de [[nepotismo]] em território brasileiro. O que se verifica é que, na verdade, Caminha apelou a D. Manuel para que libertasse do cárcere o seu genro, casado com sua filha Isabel, preso por assalto e agressão.<ref>{{Citar web |url=http://www.senado.gov.br/sf/senado/ilb/BrasildasLetras/mod1_01.html |título=A Certidão de Nascimento de um País - Senado.gov.br |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref>. Eis o trecho final no qual o cronista faz o pedido:
 
"''E pois que, Senhor, é certo que tanto neste cargo que levo como em outra qualquer coisa que de Vosso serviço for, Vossa Alteza há de ser de mim muito bem servida, a Ela peço que, por me fazer singular mercê, '''mande vir da ilha de São Tomé''' a Jorge de Osório, meu genro—o que d'Ela receberei em muita mercê. Beijo as mãos de Vossa Alteza. Deste Porto Seguro, da vossa Ilha da Vera Cruz, hoje, sexta-feira, 1º dia de maio de 1500.''"