Diferenças entre edições de "Rede Tupi"

m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:14c:125:8d19:c74a:e07f:1ec9:49ce (cite fontes), com Reversão e avisos
(→‎O fim da pioneira: , atualizado com novas informações sobre o encerramento da emissora.)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:14c:125:8d19:c74a:e07f:1ec9:49ce (cite fontes), com Reversão e avisos)
Um delegado da [[Polícia Federal]] e mais quatro agentes davam proteção aos engenheiros. A emissora saía do ar exatamente 29 anos e dez meses depois de sua inauguração. Permanece, entretanto, um acervo de duzentos mil rolos de filmes, 6.100 fitas de videotape e textos de telejornais que contam 30 anos de muitas histórias do Brasil e do mundo.
 
Das sete concessões declaradas peremptas, a última que saiu do ar foi a Tupi do Rio. Em 17 de julho, os funcionários da estação iniciaram uma vigília de 18 horas, comandada pelo apresentador [[Jorge Perlingeiro]], com o objetivo de impedir que o canal fosse fechado. Várias personalidades, como o cantor [[Agnaldo Timóteo]] e o humorista [[Costinha (humorista)|Costinha]] deram apoio aos funcionários. Mas nada adiantou. Às 12:36 de 18 de julho, logo após a exibição de um vídeo da missa do [[Papa João Paulo II]] realizada no [[Aterro do Flamengo]] e a leitura, feita pelo ator e locutor Cévio Cordeiro, de uma mensagem dirigida ao presidente Figueiredo pedindo para que a estação não fosse fechada, o sinal da Tupi do Rio era definitivamente cortado. Durante o vídeo e a mensagem citados, os funcionários puseram na tela os dizeres ''"Até Breve, Telespectadores Amigos. Rede Tupi"''. E, ao fim, aparecia pela ultima vez o logotipo da TV Tupi, com uma musica heróica ao fundo. Uma das frases mais marcantes no dia do fechamento foi: "''Nos deixe trabalhar''".<blockquote>"''Desta feita, senhor presidente, só vossa excelência poderá nos salvar. Receba os agradecimentos dos empregados da Rede Tupi, em seu nome, e em nome de sua esposa, de seus filhos, cujo o único desejo, única reindivicação, é trabalhar. Deixe-nos trabalhar, Senhor presidente. Senhor presidente [[João Figueiredo|João Baptista de Oliveira Figueiredo.]] Só isso que desejamos. Vossa excelência, é o único capaz de realizar esse milagre. Nem [[João de Deus]] poderia fazê-lo. Só o João de Brasilia. Deus que te abençoe, presidente."''
 
-''Cérvio Cordeiro''</blockquote>
 
=== Recuperação judicial ===