Diferenças entre edições de "Paddy Lowe"

29 bytes removidos ,  11h53min de 10 de julho de 2020
sem resumo de edição
Lowe frequentou a ''Sevenoaks School'' de 1976 até 1980 e graduou-se na ''Sidney Sussex College'', [[Universidade de Cambridge]] em 1984 com um grau em Engenharia.
 
Em 1987, ele foi trabalhar na [[Williams F1|Williams]] como chefe conjunto de eletrônica. Lowe passou seis anos na Williams, durante o qual ele supervisionou o desenvolvimento da suspensão ativa, usada para ajudar [[Nigel Mansell]] a vencer o [[Temporada de Fórmula 1 de 1992|Campeonato Mundial de 1992]].<ref>{{citar web|url=https://www.mercedesamgf1.com/en/mercedes-amg-f1/amg-f1-team/amg-f1-management/paddy-lowe/|título=Mercedes AMG F1 - Team Management|publicado=mercedesamgf1.com|língua=en|acessodata=7 de março de 2017}}</ref>
 
Lowe mudou-se para a [[McLaren]] em 1993, quando foi empregado como chefe de pesquisa e desenvolvimento, um departamento posteriormente renomeado para Tecnologia de Veículo.<ref>{{citar web|url=http://www.grandprix.com/ns/ns22879.html|título=New McLaren technical team looks back|publicado=GrandPrix.com|língua=en|data=27 de janeiro de 2011|acessodata=7 de março de 2017}}</ref> Ele foi chefe do departamento por oito anos até 2001, quando foi nomeado chefe de engenharia de desenvolvimento de sistemas, com um papel que se concentrava no programa de corrida para o [[McLaren MP4-20]]. Em maio de 2005, ele assumiu o cargo de Diretor de Engenharia, que lhe deu responsabilidade por todos os departamentos de engenharia.<ref>{{citar web|url=http://www.mclaren.com/theteam/technical.php|título=Team McLaren-Technical Team|publicado=mclaren.com|língua=en|acessodata=7 de março de 2017|arquivourl=https://web.archive.org/web/20080125084800/http://www.mclaren.com/theteam/technical.php|arquivodata=2008-01-25|urlmorta=yes}}</ref> Em janeiro de 2011, Lowe tornou-se diretor técnico da equipe.<ref>{{citar web|url=http://www.autosport.com/news/report.php/id/89090|título=Lowe becomes McLaren's tech director|publicado=autosport.com|língua=en|data=27 de janeiro de 2011|acessodata=7 de março de 2017}}</ref> Ele deixou a McLaren em 2013.