Diferenças entre edições de "Miss Brasil"

266 bytes adicionados ,  02h32min de 12 de julho de 2020
No entanto, as diversas trocas de franqueados afetaram seriamente o desempenho brasileiro no [[Miss Universo]], que chegou a figurar nas semifinais apenas duas vezes: com Leila em 1993, que foi primeira colocada nas preliminares e cinco anos depois com [[Michella Marchi]] em [[Miss Universo 1998|Honolulu]] .Em 1996, Anuska Prado, Miss Brasil Mundo daquele ano, classificou-se em terceiro lugar no [[Miss Mundo]], quebrando um jejum de 13 anos sem classificação do Brasil entre as 5 primeiras colocadas nos principais concursos de beleza do mundo. Em contrapartida, algumas vencedoras do concurso nacional levaram outros títulos internacionais de segunda categoria, como o ''Nuestra Belleza Internacional'',que era restrito para a [[América Latina]] e alguns outros países.
 
=== Boanerges Gaeta | :2000-2011 ===
Em 2000, a ''Gaeta Promoções e Eventos'' adquiriu a franquia do concurso, que voltou a ser transmitido pela televisão, inicialmente de forma regional, através da [[CNT Rio de Janeiro]]. Dois anos mais tarde, em 2002, o concurso voltou a ser transmitido nacionalmente pela recém-criada [[RedeTV!]]. No ano seguinte, se iniciaria uma longa parceria com a [[Rede Bandeirantes]] e assim o concurso retornaria à mídia. Além do Miss Brasil, a emissora também transmitiriacomprou oos direitos do [[Miss Universo]] fazendo com ele retornasse a mídia.Com Nesteum anoaporte financeiro melhor e com critérios de escolha mais rígidos,a em[[Miss Brasil 2003]], [[Gislaine Ferreira]], faria história. ElaDurante foio umaperíodo dasprévio favoritasao concurso ela figurou nas bolsas de apostas como uma das favoritas e conseguiuterminando seo classificarconcurso entreem asum 10respeitável semifinalistassexto lugar. Com a volta das transmissões do concurso, a emissora registrou boa audiência, chegando a ficar em 1° lugar emdurante audiênciaalguns televisivaminutos segundo oa medição do [[Ibope]].<ref>{{citar web|url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u33792.shtml |título=Miss Brasil leva Band ao primeiro lugar no Ibope |publicado=Folha Online |data= |acessodata=30-04-2013}}</ref> Em 2006, [[Rafaela Zanella]] também foi semifinalista, terminando entre as 20 semifinalistas.
 
No entanto, o concurso realmente voltou a provocar interesse nacional em 2007, quando a [[Minas Gerais|mineira]] [[Natália Guimarães]] conseguiu o melhor resultado do país em mais de três décadas, sendo a quinta brasileira a terminar na segunda posição. Nos anos seguintes, a atenção da mídia pelo concurso mostrou crescimento, mas nenhuma de suas tres primeiras sucessoras ([[Natália Anderle]], [[Larissa Costa]] e [[Débora Lyra]]) conseguiu classificação para as semifinais das edições posteriores.
 
Os melhores resultados brasileiros em concursos internacionais após a boa colocação de Natália não foram além de um segundo lugar no [[Miss Continente Americano]], com Denise Ribeiro em 2009 <ref>{{citar web|url=http://noticias.uol.com.br/tabloide/miss/ultnot/2009/09/28/ult5378u207.jhtml |título=Brasileira fica em segundo lugar no Miss Continente Americano 2009 |publicado=UOL |data= |acessodata=30-04-2013}}</ref>, e uma classificação para as semifinais do [[Miss Internacional]], com [[Rayanne Morais]] também em 2009, <ref>{{citar web |url=http://www.pageantopolis.com/international/Int_2009.htm |título=Miss International Beauty 2009 |publicado=Pageantopolis |data= |acessodata=30-04-2013 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20111028035600/http://www.pageantopolis.com/international/Int_2009.htm |arquivodata=2011-10-28 |urlmorta=yes }}</ref> ambos concursos de menor expressão e popularidade.O Eminteresse 2011,do durantepaís ono concurso realizadofoi norenascendo Brasil,progressivamente comaté que em 2010,o terceiropaís lugarfoi escolhido como a desede [[PriscilaMiss MachadoUniverso 2011|do concurso seguinte]] oe paísneste voltouano a ficargaúcha entre[[Priscila osMachado]] cincoterminou finalistaso doconcurso Missem Universoterceiro lugar.<ref>{{citar web |url=http://www.pageantopolis.com/international/Universe_2011.htm |título=Miss Universe 2011 |publicado=Pageantopolis |data= |acessodata=30-04-2013 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20130928231245/http://www.pageantopolis.com/international/Universe_2011.htm |arquivodata=2013-09-28 |urlmorta=yes }}</ref>
 
A coordenação nacional e geral, nesta época, ficou por conta de '''Boanerges Gaeta''',da [[Miss Brasil 1998]] [[Nayla Micherif]], e asua mãe desta, '''Nádia Micherif'''Neila. Como coordenadores estaduais se destacaram '''[[Evandro Hazzy''']], do [[Miss Rio Grande do Sul|RS]], e '''José Alonso''', de [[Miss Minas Gerais|MG]]. <ref>{{Citar web|titulo=Beleza que faz escola: Evandro Hazzy abre atelier para misses na Capital - Entretenimento|url=http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/noticia/2015/11/beleza-que-faz-escola-evandro-hazzy-abre-atelier-para-misses-na-capital-4911524.html|obra=Diário Gaúcho|acessodata=2019-10-04|lingua=pt-br}}</ref> <ref>{{Citar web|titulo=“Fiquei 1 ano sem comer batata frita, carne e chocolate”, diz Miss Brasil|url=http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/05/fiquei-1-ano-sem-comer-batata-frita-carne-e-chocolate-diz-miss-brasil.html|obra=Brasil|data=2010-05-09|acessodata=2019-10-04|lingua=pt-br|ultimo=Fern|primeiro2=a NogueiraDo|ultimo2=G1|primeiro3=em São|ultimo3=Paulo}}</ref>
 
=== Band | 2012-2014 ===
19 146

edições