Rosa Miyake: diferenças entre revisões

67 bytes adicionados ,  14 de julho de 2020
sem resumo de edição
 
==Biografia==
 
[[Imagem:Rosa Miyake.jpg|thumb|Rosa Miyake na década de 60]]
Começou a carreira como cantora de música japonesa, obtendo muito sucesso em [[São Paulo (estado)|São Paulo]], tanto por seu talento como por sua beleza exótica. Durante a [[década de 1960]], no auge da [[Jovem Guarda]], seu repertório procurou atingir o público jovem em geral, saindo do nicho do público nipo-brasileiro. Koei e Mario Okuhara, sócios da Rádio Santo Amaro e da gravadora Astrophone ficaram encantados e fizeram convite para que Rosa pudesse cantar suas músicas. Entretanto, o seu maior sucesso nacional foi o jingle [[Urashima Taro]], utilizado na propaganda que a empresa de aviação [[Varig]] fez para divulgar os primeiros voos diretos entre o [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]] e [[Tóquio]]. A sua voz ficou conhecida em todo o Brasil, apesar de apenas uma pequena parte do país a conhecer como cantora. Rosa lançou seus LP's pelas gravadoras [[Chantecler]] e Astrophone, dos eternos irmãos Koei e Mario Okuhara.
 
Novamente, Rosa voltou a vida artística, participando do quadro '''Imagens Curiosas do Japão''', do programa ''[[Você É Curioso?]]'', da [[Rádio Bandeirantes São Paulo]], em homenagem ao saudoso programa "Imagens do Japão". Infelizmente, Rosa se afastou da vida artística. A partir de [[12 de maio]] de [[2018]], estreou um novo quadro, chamado '''Mais 81''', com Mario Jun Okuhara, substituindo sua mãe, Rosa Miyake. A partir de [[15 de março]] de [[2019]], estreou a versão estendida do '''Mais 81''', chamado '''#plus81''', onde Mario Jun Okuhara recebe convidados nos estúdios da IMJ Produções.
 
Rosa Miyake chegou a gravar "Otomodachi No Koibito", &nbsp;uma versão em japonês da música "Namoradinha de um amigo meu" de [[Roberto Carlos]].<ref name=":0" />
 
== Discografia ==
14 123

edições