Dados dos sentidos: diferenças entre revisões

m
Duas pequenas correções ortográfico-gramaticais
m (Substituição de predefinições obsoletas)
m (Duas pequenas correções ortográfico-gramaticais)
{{mais notas|data=agosto de 2012| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=Este artigo ou se(c)ção|2=|3=|4=|5=|6=}}
{{corrigir}}
'''Dados dos sentidos''', literalmente, significa aquilo que nos é dado pelos [[sentidos]]. A concepção mais comum, ou concepção standard, é a seguinte: os dados dos sentidos são o tipo de coisa que estamos directamente conscientes na [[percepção]], dependem portanto da [[mente]], e as suas propriedades são aquelas que nos aparecem. [[File:Cartesian Theater.jpg|150px|thumb|left|"Percebemos apenas idéias. Portanto, os objetos são idéias." <sub>''(Berkeley)''</sub>]] As teorias filosóficas da concepção mais comum, limitam-se a postular um teatro privado na [[consciência]] do [[sujeito]] ondeem que os dados aparecem. A imagem mental que formamos aquando da percepção de um objeto.<ref>Simon Blackburn, Dicionário de Filosofia. Gradiva, 1997.</ref>
 
Para o caso da visão tratar-se de uma espécie de espetáculo de imagens internas que em si mesmo apenas representaria indiretamente os aspectos do mundo exterior.
11

edições