Diferenças entre edições de "Mette Frederiksen"

657 bytes adicionados ,  23h34min de 15 de julho de 2020
sem resumo de edição
m
Na sequência das [[Eleições legislativas na Dinamarca em 2019|eleições parlamentares de 2019]], em que a oposição "bloco vermelho" de partidos de esquerda e de centro-esquerda ([[Partido Social-Democrata (Dinamarca)|Social-Democratas]], [[Partido Social-Liberal (Dinamarca)|Social-Liberais]], [[Partido Popular Socialista (Dinamarca)|Popular Socialistas]], [[Aliança Vermelha e Verde]], o Partido Social Democrático das [[Ilhas Feroe]], o [[Partido do Povo (Gronelândia)|Partido do Povo]] e o [[Avante (Groenlândia)|Avante]], ambos da [[Groelândia]]) conquistou a maioria absoluta de 94 dos 179 assentos no Folketing, Frederiksen foi convidada pela rainha [[Margarida II da Dinamarca|Margarida II]] para liderar as negociações para formar um novo governo. Em 28 de junho de 2019, Mette Frederiksen assumiu o cargo de primeira-ministra, sendo assim a mais jovem primeira-ministra da história da Dinamarca, aos 41 anos de idade, bem como a segunda mulher a ocupar o cargo.
<ref>{{citar web |url=https://www.ft.dk/medlemmer/mf/m/mette-frederiksen |título=Mette Frederiksen (S) |publicado=Folketinget (''Parlamento da Dinamarca'') |autor= |língua=dinamarquês |acessodata=28 de junho de 2019}}</ref>
 
==Vida pessoal==
Mette Frederiksen, casou {{data|2020|7|15}} com o cineasta e fotógrafo Bo Tengberg, após ter adiado e remarcado a cerimónia três vezes, primeiro devido a eleições e depois por causa da covid-19 e por último a data de Conselho Europeu de chefes de Estado e de Governo da União Europeia. A cerimónia decorreu na igreja medieval Magleby, na ilha de [[Møn|Moen]]<ref>{{citar web|URL=https://sol.sapo.pt/artigo/703037/primeira-ministra-dinamarquesa-casou-se-hoje-apos-remarcar-cerimonia-tr-s-vezes|título=Primeira-ministra dinamarquesa casou-se hoje após remarcar cerimónia três vezes|autor=|data=|publicado=|acessodata=}}</ref>.
 
{{Referências}}