Diferenças entre edições de "Redação"

12 bytes removidos ,  19h36min de 28 de julho de 2020
Remoção de " !" em todas as categorias
(Remoção de " !" em todas as categorias)
{{PU-AO45|Redação|redacção}} é o processo de redigir (escrever) um [[texto]]. É uma atividade presente na cultura [[civilização|civilizada]] desde a invenção da [[escrita]], e atualmente considerada um campo profissional e artístico na [[literatura]], na produção de [[roteiro]]s, na elaboração de [[relatório]]s e documentos, na [[publicidade]] e no [[jornalismo]], entre diversas outras áreas<ref>[http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=reda%E7%E3o Verbete Redação] Dicionário de Português Online Michaelis - acessado em 12 de maio de 2016</ref>. Por extensão, redação também é o termo usado no [[jargão]] jornalístico [[brasil]]eiro para o ambiente de trabalho dos jornalistas de um veículo (jornal, revista, rádio e televisão).
 
== Redação jornalística ! ==
[[Ficheiro:Olivetti Lettera 22 by LjL.jpeg|thumb|240px|left|[[Máquina de escrever|Máquinas de escrever]] como esta [[Olivetti]] eram as ferramentas mais usadas pelos jornalistas até o fim da [[década de 1980]].]]
Em [[Jornalismo]], redação significa a etapa de construção da notícia na qual o texto final é escrito a partir dos dados obtidos na apuração ou [[reportagem]]. O profissional especializado neste processo é chamado de [[Redator]] e o produto de seu trabalho geralmente são [[matéria (jornalismo)|matéria]]s.
Em redações televisivas, é comum encontrar uma ou mais bancadas de onde são apresentados os [[telejornal|telejornais]]. Quando é o caso, quase sempre a redação é exibida ao fundo dos apresentadores, compondo o cenário do telejornal. Porém, isto não é uma regra. Entre os telejornais brasileiros que têm a redação ao fundo, podemos destacar o [[Jornal Nacional]], [[Jornal da Band]] e o [[Jornal da Record]], noticiários principais de três das maiores [[emissora de televisão|emissoras de televisão]] do Brasil.
 
== Redação publicitária ! ==
{{principal|Redator (publicidade)}}
Em [[Publicidade]] e [[Propaganda]], redação significa, na sua definição mais restrita, a elaboração criativa de peças publicitárias, a partir de apelo textual persuasivo. É comum nas agências de propaganda o modelo de criação publicitária chamado [[Dupla de Criação|duplas de criação]] ([[Redator (publicidade)|Redator]] e [[Diretor de Arte]]). A cargo do primeiro fica a criação de [[chamadas]] ou [[títulos]] e textos; complementos de peças impressas, imagens, [[roteiros]] para [[Rádio (telecomunicações)|rádio]], [[televisão]] ou [[cinema]]. A cargo do segundo, fica a melhor apresentação do roteiro criado, utilizando todos os mecanismos que nos fazem "sentir", "absorver", degustar a redação. A função do [[Redator (publicidade)|Redator]] e do [[Diretor de Arte]], é mais ampla como profissionais [[criativos]], elaboram peças publicitárias completas em sua diversas aplicações: anúncios, textos, spots de rádio e jingles, filmes, peças para [[internet]], ações de [[marketing]] entre muitas outras.
 
== Redação colegial ! ==
No ensino colegial e nos vestibulares (exames de ingresso universitário) do [[Brasil]], o termo redação é aplicado a ensaios dissertativos, geralmente argumentativos, curtos (no máximo uma página) exigidos para avaliação da habilidade verbal escrita dos estudantes. Redações são muito comuns nas aulas de [[Língua portuguesa|Português]] e [[Literatura]].
 
A dissertação por sua vez, atinge uma complexidade [[lógica]] ainda maior, pois seu foco abandona o mundo concreto para se concentrar no plano dos [[significado]]s. Nesse peculiar, a dissertação expressa uma opinião, um ponto de vista, também chamado tese, um julgamento sobre o objeto descrito ou sobre o fato narrado. Não se passa a dissertação no mundo extenso, mas no foro íntimo do sujeito, a dissertação interpreta a realidade. A dissertação é o modelo de redação mais cobrado em provas de vestibulares no Brasil, sendo referenciada como redação dissertativa (ou texto dissertativo). A saber, os tipos mais comuns de dissertação escolar são:
 
*'''Texto Dissertativo-Expositivo !'''
 
Esse tipo textual apresenta um saber já construído e legitimado, ou um saber teórico. Com isso, apenas se expõem informações sobre assuntos, informa-se, reflete-se, explica-se e avalia-se uma ideia de modo objetivo. Nessas circunstâncias, o texto expositivo apenas exibe pensamentos, juízos ou teses sobre um determinado assunto, uma vez que sua principal intenção é informar, esclarecer. Ex.: aula, resumo, textos científicos, enciclopédia, textos expositivos de revistas e jornais, etc.<ref name=":0">{{citar livro|título=Redação Modelo ENEM|ultimo=VERAS|primeiro=Hermeson|ultimo2=|editora=Gráfica LCR|ano=2017|local=Fortaleza|páginas=|acessodata=08/09/2017}}</ref>
 
Exemplo:<blockquote>''Émile [[Émile Durkheim|Durkheim]] considera o suicídio como fato social, quando esse ocorre em conjunto, em uma determinada sociedade e em um certo período. Em sua obra intitulada "[[O Suicídio]]", o filósofo conceitua três tipos desse ato: o egoísta, o anômico e o altruísta. Nessas ocorrências, a sociedade exerce uma importante influência na vida de um indivíduo, pois [[Émile Durkheim|Durkheim]] considera que a causa do suicídio estaria na ausência de atos da sociedade sobre os diferentes indivíduos.''</blockquote>
*'''Texto Dissertativo-Argumentativo ! ( resenha critica)'''
 
Um texto dissertativo-argumentativo faz a defesa de ideias ou de um ponto de vista do autor. O texto, além de explicar, também busca convencer o leitor, objetivando induzi-lo a algo. Essa modalidade textual caracteriza-se pela progressão lógica de ideias e, geralmente, utiliza linguagem denotativa. É tipo predominante em: sermão, ensaio, monografia, dissertação, tese, manifesto, crítica, editorial de jornais e revistas.<ref name=":0" />
Como visto na estruturação acima, o texto dissertativo é fragmentado em unidades menores que mantêm estreita relação entre si, ou seja, embora haja um fracionamento da redação, os componentes desta, quando lidos sinergicamente, se encaixarão como peças de um quebra-cabeça, o que configura progressão, encadeamento e unidade da ideia-base extraída do tema.<ref name=":0" />
 
== A Redação no Exame Nacional do Ensino Médio ! ==
 
Conforme (BRASIL, 2005), o Exame Nacional do Ensino Médio - [[Exame Nacional do Ensino Médio|ENEM]], criado em 1998 pelo Ministério da Educação - [[Ministério da Educação (Brasil)|MEC]], tem como objetivo avaliar a capacidade de o aluno, ao fim de sua formação básica, desenvolver competências e habilidades diante de situações-problema distribuídas em quatro áreas do saber – Linguagens, Matemática, Natureza e Humanas – e a prova de Redação. Após algumas mudanças pedagógicas e políticas, o ENEM se transformou, a partir de 2009, no principal meio de acesso às universidades públicas, aspecto que o torna protagonista nos exames vestibulares brasileiros, e, dentre as suas áreas, a produção textual é parte imprescindível para que o estudante logre êxito em tal avaliação. 
69

edições