Diferenças entre edições de "Clarinete"

2 bytes removidos ,  23h46min de 28 de julho de 2020
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 79.169.165.4, com Reversão e avisos
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 79.169.165.4, com Reversão e avisos)
Etiqueta: Reversão manual
* '''Clarinete Sopranino em Lá''' - uma sexta mais aguda que o Clarinete Soprano, conhecido também por '''''Sextino''''' ou '''''Requinta''''' em Lá♭.
* '''Clarinete Sopranino em Mi♭''' - uma quarta mais aguda que o Clarinete Soprano, conhecido como '''''Requinta''''' ou '''''Quartino''''';
* '''Clarinete Sopranino em Ré''' - uma quinta mais aguda que o Clarinete Soprano, conhecido como '''Requinta.''' Esta requinta é antiga e pouco comumincomum nos dias de hoje;
* '''Clarinete Soprano''' - o mais comum - geralmente afinado em Dó, Si♭ ou Lá, escrito em muitas partituras como '''''Clarino''''';
* '''Clarinete Alto em Mi♭''' - uma oitava abaixo da Requinta;
* '''Clarinete Octo contra Baixo em Si♭''' - três oitavas mais graves que o clarinete soprano.
 
== Sistemas de Chaves/RegistosRegistros e Anéis ==
Existem vários sistemas de chaves para clarinetes. O chaveamento para clarinetes evoluiu com o tempo e se tornou mais ergonómicoergonômico, facilitando vibratos e glissandos, e melhorando a afinação.<ref name="evolução">{{citar web | titulo=A evolução técnica da clarineta em detalhe. | url=http://www.music.ed.ac.uk/euchmi/ugw/ugwf1f.html | acessodata=20 de janeiro de 2010 | lingua=inglês | arquivourl=https://web.archive.org/web/20100605032339/http://www.music.ed.ac.uk/euchmi/ugw/ugwf1f.html | arquivodata=2010-06-05 | urlmorta=yes }}</ref>
 
No inicio do século XIX, a clarineta tinha de seis a sete chaves mas não existia um sistema padronizado. Por volta de 1811, Iwan Muller fez vários aprimoramentos e, por volta de 1815, o sistema Muller com treze chaves se popularizou.
Para clarinetes soprano Sib essas são as configurações mais comuns:
 
*Sistema Boehm com dezesseis ou dezassetedezessete chaves e seis anéis;
*Sistema Albert com treze chaves e dois a quatro anéis;
*Sistema Oehler com vinte e duas chaves e cinco anéis.
Devido ao número reduzido de chaves e anéis, o sistema Albert também é conhecido como sistema simples.<ref name="albert"/>
 
Uma variação ao Boehm bastante popular é o Boehm Completo, com sete anéis, que adiciona algumas melhorias ao Boehm. Existiram vários sistemas experimentais e transitórios, entredentre elesestes, alguns notáveisnotaveis foram o Albert Aperfeiçoado e o Mazzeo, ambos produzidos pela [[Selmer]], o Romero e o McIntyre.
 
== Material de construção ==
Os clarinetes são tradicionalmente feitos de [[ébano]], havendo também modelos feitos de metal, granadilha, [[ebonite]] ou plástico. Os fabricados em ébano têm um preço muito elevado em relação aos outros.
 
No início do século XX as frágeis boquilhas de madeira e de vidro foram substituídas maioritariamentemajoritariamente por boquilhas de plástico ou [[ebonite]] hoje em dia. ActualmenteAtualmente também são fabricados alguns modelos de boquilhas de cristal e de cerâmica, mas essas não são extensamente usadas devido ao alto custo e à fragilidade.
 
Barriletes e a campanas especializados podem ser feitos de vários tipos de madeira, de alumínio, cerâmica ou outros materiais.
Boquilha: é a zona do clarinete onde se sopra.
 
Barrilete: É usado para a afinação. Quando o clarinete está “alto”, puxa-se o barrilete para cima, mas caso contrário, põe-se o barrilete para baixo. Há barriletes de vários tamanhos, barriletes ajustáveis, e anéis de calço são vendidos para correcçãocorreção de afinação.
 
Corpo superior e inferior: nestas partes estão localizados os buracos e as chaves. O som fica diferente à medida que se mudam os dedos de posição, fazendo com que o ar saia por buracos diferentes.
== Particularidades ==
[[Ficheiro:Hobo.jpg|50 px|right|thumb|[[Oboé]]]]
O clarinete possui semelhanças com o [[oboé]], mas difere deste no que diz respeito à sua forma (o oboé é cónicocônico, e o clarinete é cilíndrico); no timbre (o oboé é rascante, nasaladoanasalado e penetrante, enquanto o clarinete é mais aveludado que penetrante, menos rascante e mais encorpado); e na extensão de notas (o oboé possui a menor extensão de notas dentre os sopros, enquanto o clarinete, a maior). Essas diferenças se dão principalmente pela forma cilíndrica do clarinete e do uso de apenas uma palheta, enquanto que no oboé, no [[fagote]] e no corne inglês (também membros das [[madeiras]]) se utiliza uma palheta dupla.
 
Embora o processo descrito acima, sobre o uso da palheta nos clarinetes, também seja usado no [[saxofone]], não podemos confundi-lo. O saxofone nasceu do clarinete e, por isso, apresenta mecanismos semelhantes, mas a embocadura do clarinete é muito mais tensa e trabalhosa do que a embocadura exigida no saxofone. E isso é muito nítido ao comparar a execução de um saxofone e de um clarinete. Inclusive, muitos músicos que querem aprender a tocar saxofone, também optam por aprender primeiramente, ou paralelamente, o clarinete.
[[Ficheiro:Baritonesax.jpg|150 px|left|thumb|[[Saxofone]]]]
=== O prestígio do clarinete ===
As possibilidades harmónicasharmônicas, o grande controle de dinâmicas que o instrumento permite, a grande agilidade, a grande extensão de notas, a sua natureza de timbres e o poder sonoro dão ao clarinete uma posição de destaque nas orquestras actuais. Alguns dizem que é o "violino das madeiras", em razão das virtudes mencionadas acima. No entanto, o clarinete ainda não é um instrumento perfeito e algumas notas ainda apresentam sérios problemas de afinação, mesmo com todo o trabalho iniciado pelo flautista Boehm, que foi adaptado posteriormente para os demais sopros. O sistema Oehler é, hoje, considerado o mais apropriado para o clarinete, já que resolveu a maior parte dos problemas deste instrumento, mas, ainda assim, não é perfeito, pois acarretou uma perda de brilho ao timbre natural do clarinete. Enquanto o sistema Boehm, apesar de manter alguns desses problemas, mantém o brilho particular deste instrumento.
 
O controle dessas imperfeições cabe ao músico, e isso ajuda a tornar o clarinete um instrumento desafiador. Quem se interessar em tocar clarinete, saiba que precisará de muito empenho e dedicação, mas saiba também que irá se encantar com a beleza desse instrumento.
 
=== A natureza do timbre e onde escutar o clarinete ===
O timbre do clarinete é muito diversificado. Na região grave, chamada de ''chalumeau'' o timbre é aveludado, cheio e obscuro; no registoregistro médio, há uma mudança fantástica, pois o timbre se torna brilhante e expressivo. Conforme o registoregistro vai-se tornando agudo, o timbre vai-se tornando cada vez mais brilhante, e ganhando uma natureza humorística, sarcástica.
 
A grande capacidade de expressão do clarinete tornou-o um instrumento de grande prestígio em diversos tipos de estilos. No [[Klezmer]] é que podemos ouvir os solos mais sarcásticos e "humorísticos" deste instrumento.
{{Commons|Clarinet}}
* [http://www.ciframelodica.com.br/ Cifras Melódicas Para Clarinete]
* [http://www.clarinetperfection.com/snclarinet.htm Numero de Série de Clarinetes-desactualizadodesatualizado]
* [http://userpages.umbc.edu/~emrich/clarinet21.html A clarineta do século XXI] (em inglês) (Um estudo aprofundado da clarineta produzido pela Universidade de Maryland. Trazendo des da história e estudo acústico da clarineta a exercícios e tabelas com centenas posições alternativas de dedilhado.)
* [http://www.lulu.com/spotlight/cesare06atalicedotit Methods and basic education for Clarinet] (Books, eBooks, Duets and Trios) by C. Nicoletti