Diferenças entre edições de "Escala de magnitude de momento"

8 bytes adicionados ,  16h09min de 29 de julho de 2020
m
sem resumo de edição
m (Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes)
m
 
O [[momento sísmico]] é uma quantidade usada pelos sismólogos para medir a magnitude de um terremoto. Combina a área de ruptura e a compensação da [[falha geológica]] com uma medida da [[resistência]] das [[rocha]]s e o módulo de [[cisalhamento]] μ. É definido pela [[equação]]
 
'''''<math>\mathbf{Mo}={\mu}S\mathbf{D}</math>''''' ´
 
:onde:
 
'''μ''' = [[módulo de cisalhamento]] das rochas envolvidas no terremoto. Usualmente é de 30 giga[[pascal (unidade)|pascal]].;
 
'''S''' = área de ruptura ao longo da [[falha geológica]] onde ocorreu o terremoto;
 
'''D''' = [[deslocamento]] médio de S.
 
Usualmente mede-se o momento diretamente dos [[sismógrafo]]s, dado que o tamanho das ondas de períodos muito grandes, geradas por um terremoto, é proporcional ao momento sísmico. As unidades físicas do momento sísmico são força x distância medidos em [[dyn]] x cm.
Os valores constantes da equação são atribuídos de modo que haja consistência com os valores de magnitude produzidos pelas antigas escalas, sobretudo a escala de momento local (ou escala Richter).
 
Da mesma forma que a escala Richter, um aumento de 1 ponto nesta escala logarítmica corresponde a um aumento de 10<sup>1,5</sup> = 31,6 vezes na quantidade de energia liberada e um aumento de 2 pontos corresponde a um incremento de 10<sup>3</sup> = {{Fmtn|1000}} vezes em energia.
 
{{Referências}}