Diferenças entre edições de "Campo gravitacional"

Sem alteração do tamanho ,  18h55min de 29 de julho de 2020
m
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 177.223.50.152 para a última revisão de Douglasboavista, de 02h23min de 5 de outubro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m
 
{{sem-fontes|Esta seção|data=junho de 2017}}
Na formulação de [[Einstein]] da [[Relatividade geral]], o conceito de campo gravitacional não existe. Isso porque a ideia de campo está intimamente ligada à capacidade de separar os efeitos dos diferentes "geradores do campo", que por conseguinte se adicionam num ponto. Por outro lado, a descrição relativística da atração gravitacional, através do [[princípio da equivalência]], implica uma formulação matemática que apresenta duas diferenças fundamentais em relação à descrição Newtoniana:
* As trajetórias livres de forças são [[Geodésica (relatividade geral)|geodésicas]] do [[espaço-tempo]].;
* A métrica <math>g_{ij}</math> do espaço-tempo é solução das [[equações de campo de Einstein]] <math>R_{ij} - \frac{1}{2} g_{ij} R = \frac{8 \pi G_N}{c^4} T_{ij}</math> onde <math>R_{ij}</math> é o [[tensor de curvatura de Ricci]] da métrica, <math>R</math> é o [[escalar de curvatura de Ricci|escalar de curvatura]], <math>c</math> é a [[velocidade da luz]] e <math>T_{ij}</math> é o [[tensor de energia-momento]].