Diferenças entre edições de "Internet"

661 bytes adicionados ,  10h15min de 30 de julho de 2020
retificações mais complementações e um pouco de organização.
m
(retificações mais complementações e um pouco de organização.)
No Brasil existe o [[Comitê Gestor da Internet no Brasil|Comitê Gestor da Internet]] e um órgão para o registro de domínios ([[FAPESP]] - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).<ref>{{citar web|url=http://www.cgi.br/publicacoes/artigos/artigo32.htm|titulo=Nomes de domínio na internet|publicado=[[Comitê Gestor da Internet no Brasil]]|data=|acessodata=30 de junho de 2012|arquivourl=https://web.archive.org/web/20120629073616/http://cgi.br/publicacoes/artigos/artigo32.htm|arquivodata=2012-06-29|urlmorta=yes}}</ref> Atualmente há cerca de 3,8 milhões de domínios registrados.<ref>{{citar web|url=http://www.telesintese.com.br/brasil-possui-38-milhoes-de-dominios-registrados/|titulo=Brasil possui 3,8 milhões de domínios registrados|data=3 de junho de 2016|acessodata=3 de março de 2018}}</ref>
 
Depois da fase militar, a Internet teve seu desenvolvimento administrado pela NSF ([[National Science Foundation]]) na década de 1970. Depois a NSF transferiu esta responsabilidade para a iniciativa privada. Em 1992 surgiu a [[Internet Society]] para tentar arrumar a desordem reinante, então. No final de 1997, o Comitê Gestor liberou novos domínios de primeiro nível, ou seja:<ref>{{citar web|url=http://www.cgi.br/acoes/1997/reunioes97.htm|titulo=Reuniões Realizadas em 1997|publicado=[[Comitê Gestor da Internet no Brasil]]|data=|acessodata=30 de junho de 2012}}</ref> .art - artes, música, pintura, folclore. etc.; .esp - esportes em geral; .ind - provedores de informações; .psi - provedores de serviços Internet; .rec - atividades de entretenimento, diversão, jogos, etc; .etc - atividades não enquadráveis nas demais categorias; .tmp - eventos de duração limitada ou temporária. Antes desses o Brasil tinha apenas dois domínios: .com - uso geral; .org - para instituições não governamentais; .gov - para instituições governamentais.
 
No final de 1997, o Comitê Gestor liberou novos domínios de segundo nível,<ref>{{citar web|url=http://www.cgi.br/acoes/1997/reunioes97.htm|titulo=Reuniões Realizadas em 1997|publicado=[[Comitê Gestor da Internet no Brasil]]|data=|acessodata=30 de junho de 2012}}</ref> sendo eles:
 
'''.art''' - artes, música, pintura, folclore e etc.;
 
'''.esp''' - esportes em geral;
 
'''.ind''' - organizações industriais;
 
'''.inf''' - provedores de informações;
 
'''.psi''' - provedores de serviços Internet;
 
'''.rec''' - atividades de entretenimento, diversão, jogos, etc;
 
'''.etc''' - atividades não enquadráveis nas demais categorias;
 
'''.tmp''' - uso para eventos de duração limitada ou temporária.
 
Antes desses e além o domínio de primeiro nível .br, o Brasil tinha apenas cinco domínios de segundo nível<ref>{{citar web |ultimo= |primeiro=Autor anônimo |url=https://www.cgi.br/noticia/releases/dominio-br-completa-30-anos-um-marco-para-a-internet-no-brasil/ |titulo=Domínio ".br" completa 30 anos, um marco para a Internet no Brasil |data=17/04/2019 |acessodata=30/07/2020 |publicado=Comitê Gestor da Internet no Brasil}}</ref>:
 
.'''com''' - uso geral;
 
'''.org''' - para instituições não governamentais;
 
'''.gov''' - para instituições governamentais;
 
'''.mil''' - para instituições militares;
 
'''.net''' - especificamente instituições provedoras ou operadoras de meios físicos de conexão.
 
Em 23 de abril de 2014 foi sancionada a Lei Federal 12.965, que estabeleceu os princípios, garantias, direitos e deveres para a utilização da internet no Brasil.<ref name= "Lei 12.965">{{citar web|URL=http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm|título= Lei n.º 12.965, de 23 de abril de 2014|publicado= Casa Civil da Presidência da República do Brasil|acessodata= 7 de agosto de 2015}}</ref>
103

edições