Usuário(a):Spionida/Poecilochaetidae: diferenças entre revisões

444 bytes adicionados ,  04h08min de 13 de agosto de 2020
sem resumo de edição
 
Sua maioria vive em ambientes marinhos quentes e rasos, em profundidades menores que 150 m. Entretanto, algumas espécies foram encontradas abaixo de 500 m.<ref name=":3" /> Há registros de animais da espécie ''Poecilocaethus vitjazi'' a mais de 10 mil metros de profundidade.<ref name=":3" />
 
No [[Brasil]], há registro de animais da família nos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.<ref name=":6">{{citar livro|url=https://www2.ib.unicamp.br/projbiota/bentos_marinho/Catalogo%20Polychaeta_Amaral_et_al_2010.pdf|título=Catálogo das espécies de Annelida Polychaeta do Brasil|ultimo=Amaral|primeiro=A. C. Z.|ultimo2=Nallin|primeiro2=S. A. H.|ultimo3=Steiner|primeiro3=T. M.|ultimo4=Forroni|primeiro4=T. D. O.|ultimo5=Gomes-Filho|primeiro5=D.|editora=Unicamp|ano=2010|local=Campinas|página=123-124|páginas=}}</ref> QuatroAs espécies foram identificadas foram: ''Poecilochaetus australis'', ''P. perequensis'', ''P. polycirratus'' e ''P. serpens''.<ref name=":6" />, sendo as três primeiras foram descritas a partir de animais brasileiros<ref>Nonato, Edmundo 1963. Poecilochaetus australis sp. nov. (Annelida, Polychaeta). Neotropica, 9(28): 17-26</ref><ref>Santos, C.S.G.; Mackie, A.S.Y. 2008. [http://www.mapress.com/zootaxa/list/2008/zt01790.html New species of Poecilochaetus Claparède, 1875 (Polychaeta, Spionida, Poecilochaetidae) from Paranaguá Bay, southeastern Brazil]. Zootaxa 1790(*): 53–68,</ref>.
 
Não são conhecidos [[Fóssil|fósseis]] de Peocilochaetidae.<ref name=":4" />
347

edições