Bioco: diferenças entre revisões

4 bytes removidos ,  28 de agosto de 2020
m
v2.03b - Corrigido usando WP:PCW (en dash ou em dash)
(+image)
m (v2.03b - Corrigido usando WP:PCW (en dash ou em dash))
[[Ficheiro:Arena Blanca beach, pirogues.jpg|thumb|left|Praia de Arena Blanca.]]
[[Ficheiro:Bioko BMNG.png|miniatura|direita|Vista de satélite da ilha de Bioko.]]
'''Bioko''' ou '''Bioco'''<ref name=folha>{{citar web|url=https://ec.europa.eu/translation/portuguese/magazine/documents/folha61_pt.pdf|titulo=Um década de nova toponímia|ultimo=Correia|primeiro=Paulo|data=Outono de 2019|obra=a folha - Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias|acessodata=17 de janeiro de 2020|series=N.º 61|paginas=7&ndash;137–13}}</ref> é a ilha principal da [[Guiné Equatorial]], localizada no [[Golfo da Guiné]], muito perto da costa dos [[Camarões]] e (um pouco mais longe) da [[Nigéria]]. Anteriormente designada por [[Ilha Macias Nguema Biyogo]], e antes disso por ilha de [[Fernão do Pó]]<ref>{{Citar livro | titulo=Topónimos e Gentílicos | ultimo=Fernandes | primeiro=Ivo Xavier | editora=Editora Educação Nacional, Lda. |volume=I | local=Porto | ano=1941 }}</ref> também conhecida como Fernando Pó, Bioko tem uma área de 2 018 km² e cerca de 130&nbsp;000 habitantes (em 2005).
 
É um dos territórios vizinhos de [[São Tomé e Príncipe]]. Sua principal cidade é [[Malabo]], capital da Guiné Equatorial. O relevo é dominado por dois vulcões: no centro da ilha, o [[Pico Basilé]], com mais de 3000 m de altitude; a sul, o [[San Carlos (vulcão)|vulcão San Carlos]], acima dos 2200 m.