Diferenças entre edições de "Lolita (1962)"

1 byte adicionado ,  01h16min de 31 de agosto de 2020
m
sem resumo de edição
m
m
 
=== Escolha do elenco ===
Mason foi a primeira escolha de Kubrick e produtor Harris para o papel de Humbert Humbert, mas ele inicialmente declinou devido para um envolvimento na Broadway enquanto recomendando sua filha, [[Portland Mason|Portland]], para o papel de Lolita.<ref>{{citar jornal| url=http://www.independent.co.uk/news/obituaries/portland-mason-6168675.html|título=Portland Mason|acessodata = 5 de março de 2015}}</ref> [[Laurence Olivier]] então recusou o papel, aparentemente sob o conselho de seus agentes. Kubrick considerou [[Peter Ustinov]] mas decidiu contra ele. Harris então sugeriu [[David Niven]]; Niven aceitou o papel mas então retirou pelo medo dos patrocinadores de seu show de TV, ''[[Four Star Playhouse]]'' (1952), se objetariam. Mason então retirou de sua peça e pegou o papel.
 
O papel de Quilty foi grandemente expandido do que aquele no romance e Kubrick permitiu Sellers para adotar uma variedade de disfarces ao longo do filme. Inicialmente no filme, Quilty aparece como ele mesmo: um conceituado, dramaturgo [[avant-garde]] com uma maneira superior. Mais tarde ele é um inquisitivo policial na varanda do hotel, onde Humbert e Lolita estão ficando. Depois ele é o intrusivo psicólogo da Beardsley High School, Doutor Zempf, que se esconde na sala da frente de Humbert, para persuadir ele para dar Lolita mais liberdade em suas atividades após a escola.<ref name="land">[http://www.visual-memory.co.uk/amk/doc/0106.html Kubrick in Nabokovland] by Thomas Allen Nelson. Excerpted from ''Kubrick: Inside a Film Artist's Maze'' (Bloomington: Indiana University Press, 2000, pp 60–81)</ref> Ele é então visto como um fotógrafo no palco da peça de Lolita. Mais tarde no filme, ele é um anônimo chamador de telefone conduzindo uma pesquisa.
4 097

edições