Diferenças entre edições de "Oficial radiotécnico"

257 bytes adicionados ,  10h14min de 1 de setembro de 2020
m (Substituição de predefinições obsoletas)
A formação dos oficiais radiotécnicos ou de radiocomunicações era ministrada através de cursos especiais em escolas náuticas ou de formação de oficiais da marinha mercante. Em virtude das extinção das carreiras de radiocomunicações, alguns destes cursos foram convertidos para a formação de oficiais eletrotécnicos ou [[oficial radioeletrónico|radioeletrónicos]].
 
Em [[Portugal]], a antiga carreira de oficial radiotelegrafista passou a designar-se de "oficial radiotécnico" em [[1975]]. ÉEra constituída por três categorias: '''praticante de radiotécnico''', '''radiotécnico de 2ª classe''', '''radiotécnico de 1ª classe''' e '''radiotécnico-chefe'''. Desde [[2001]], estão canceladas as novas admissões à carreira. A admissão à carreira implicava a conclusão do 1º ciclo do Cursocurso Superiorsuperior de Engenhariaengenharia de Sistemassistemas Eletrónicoseletrónicos Marítimosmarítimos da [[Escola Náutica Infante D. Henrique]]. A progressão para a categoria de radiotécnico de 1ª implicaimplicava a conclusão do 2º ciclo ([[mestrado]]) daquele curso. OEm curso[[2001]], mantém-seforam canceladas as novas admissões à carreira, sendoa agoraqual orientadofoi definitivamente extinta em 2019, transitando automaticamente os radiotécnicos remanescentes para a formaçãocategoria de oficial eletrotécnico.<ref>[[engenheirohttps://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/125865390/details/maximized eletrónico|engenheirosDecreto-lei eletrónicos]166/2019 (''Estabelece o regime jurídico da atividade profissional do marítimo'')]</ref> especialistasEntretanto, emo antigo curso de sistemas eletrotécnicos marítimos quefoi podem,reformulado também,e desempenhartransformado funçõesem curso de oficiaisengenharia radioeletrónicoseletrotécnica marítima, estando agora vocacionado para a bordoformação de naviosoficiais eletrotécnicos.
 
Na [[Marinha Mercante Brasileira]], a antiga carreira de oficial radiotelegrafista passou a designar-se de "oficial de radiocomunicações" em [[1983]] e foi extinta em [[1998]]. Até então, pertencia à [[seção de convés]] e contava com as categorias de '''praticante de radiocomunicações''', '''2º oficial de radiocomunicações''' e de '''1º oficial de radiocomunicações'''. A sua formação era efetuada na [[Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante]].
 
== Referências ==
Utilizador anónimo