Diferenças entre edições de "Nicolas-Antoine Taunay"

42 bytes adicionados ,  05h01min de 9 de setembro de 2020
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.235.217.104, com Reversão e avisos)
Etiqueta: Reversão manual
'''Nicolas-Antoine Taunay''', 1º '''barão de Taunay''' ([[Paris]], [[10 de fevereiro#Nascimentos|10 de fevereiro]] de [[1755]] — Paris, [[20 de março]] de [[1830]]), foi um professor e pintor [[França|francês]] que fez parte da [[Missão Artística Francesa]], reconhecida por sua contribuição ao movimento que trouxe a [[neoclassicismo|arte neoclássica]] e o sistema de [[academicismo|ensino acadêmico]] para terras brasileiras.
 
O desenvolvimento de sua formação e carreira profissional se deu durante a crise do [[Antigo Regime]], período de hegemonia dos ideais [[iluminista]]s e da ascensão do neoclassicismo. Teve mestres ilustres e se aperfeiçoou na [[Academia Francesa de Roma]], sendo depois membro da [[Academia Real de Pintura e Escultura]] de Paris e de seu sucessor, o [[Instituto de França]], onde presidiu a classe de [[Belas Artes]]. Taunay foi apreciado em vida principalmente como um pintor de paisagens de pequenas dimensões, e neste campo em particular repousa sua importância para a história da [[pintura brasileira]], mas foi também um dos artistas favoritos de [[Napoleão Bonaparte]], realizando várias composições do [[pintura histórica|tipo histórico]] celebrando o estadista e seu governo, além de ter deixado pinturas de cenas populares, miniaturas, decorações e retratos. Participou de vários [[Salão de Paris|Salões de Paris]] e recebeu diversas premiações, mas sua obra não foi uma unanimidade entre a crítica de seu tempo, permanecendo fiel aos preceitos clássicos acadêmicos e resistindo às mudanças no gosto. Esquecido por muito tempo, recentemente sua contribuição vem sendo resgatada. emelly rodrigues, gabriela e lucas silva
 
== Biografia ==
Utilizador anónimo