Diferenças entre edições de "Imran Khan"

388 bytes adicionados ,  11h44min de 12 de setembro de 2020
mais dados
(vida privada novo cap.)
(mais dados)
 
É o fundador do [[Movimento Paquistanês pela Justiça]]. Antes ele integrava a Assembleia Nacional do Paquistão de 2002 a 2007 e novamente de 2013 a 2018.
 
Em 2018, [[Imran Khan]] ganhou as eleições gerais tornando-se o 22º Primeiro Ministro do Paquistão.<ref>{{citar web|url=https://www.theguardian.com/world/2018/jul/26/imran-khan-claims-victory-in-pakistan-elections|titulo=Imran Khan claims victory in Pakistan elections|data=26 de Julho de 2018|acessodata=|publicado=The Guardian|ultimo=Barker|primeiro=Memphis}}</ref> <ref>{{citar web|url=https://tribune.com.pk/story/1784011/1-bushra-imrans-veil-unmasks-societal-biases/|titulo=Burqa of Pakistan's first lady 'unmasks societal biases'|data=18 de Agosto de 2018|acessodata=|publicado=The Express Tribune|ultimo=|primeiro=}}</ref> Durante a campanha, defendeu públicamente o célebre Artigo 295c, a lei da blasfémia, que estipula que comentários depreciativos em relação a Maomé, orais ou escritos, "por representação visível ou por qualquer imputação, menção ou insinuação, direta ou indireta, deverão ser punido com a morte ou prisão perpétua, e estarão sujeitos a multa." <ref name=":0">{{Citar periódico|ultimo=Barker|primeiro=Memphis|data=2018-07-09|titulo=Imran Khan criticised for defence of Pakistan blasphemy laws|url=https://www.theguardian.com/world/2018/jul/09/imran-kahn-accused-over-defence-of-pakistan-blasphemy-laws|jornal=The Guardian|lingua=en-GB|issn=0261-3077}}</ref><ref>https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,a-verdadeira-blasfemia-no-paquistao-imp-,664057</ref>
 
== Vida privada ==