Diferenças entre edições de "Light Phaser"

1 byte removido ,  03h58min de 2 de outubro de 2020
→‎Origem: Correção de erro ortográfico
(→‎Origem: Correção de erro ortográfico)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
 
==Origem==
 
No início dos anos 1980, a [[Sega]] criou uma pistola de brinquedo que disparava raios [[infravermelho]]s, para ser usada em um jogo parecido com o ''[[paintball]]''. Consistia em mirar em um alvo triangular carregado pelo adversário; ao atingíatingi-lo, o alvo disparava luzes e um alarme sonoro, indicando que o adversário havia sido eliminado do jogo. Esse sistema era chamado de ''lasertag'' e se assemelhava muito ao Q-SAR, criado pelo [[australiano]] Geoff Haselhurst e pela Omnitronics. A Sega batizou seu brinquedo de '''''Zillion''''', por soar uma palavra futurista; significa, literalmente, "zilhão", ou seja, um número incontável. O brinquedo de ''lasertag'' Zillion teve muita popularidade no Japão, o que estimulou a Sega a investir em um anime que servisse de publicidade para seu produto, especialmente porque os planos eram vendê-lo em outros países. Criou-se, então, o ''anime'' '''''[[Zillion]]'''''.
 
O sucesso da série foi tão grande que inspirou o ''design'' da '''Light Phaser''', que tinha o mesmo desenho da primeira versão das pistolas usadas pelos protagonistas do desenho animado.<ref>Szczepaniak, John (2006). "Company Profile: Tec Toy". ''Retro Gamer''. Pg. 50-53. Londres: Imagine Publishing. ISSN 1742-3155</ref> Desse modo, ''Zillion'' foi o primeiro ''anime'' a inspirar um acessório de ''videogame''. Além disso, dois jogos para esse console foram derivados do ''anime'': ''[[Zillion (jogo eletrônico)|Zillion]]'' e ''[[Zillion 2: the Tri-Formation]]''. Curiosamente, ambos os jogos não eram compatíveis com a Light Phaser.
1 175

edições