Usuário:Jtoth/Testes: diferenças entre revisões

957 bytes adicionados ,  00h30min de 15 de outubro de 2020
sem resumo de edição
 
= Edgard Corona =
'''Edgard Corona''', nome abreviado de '''Edgard Gomes Corona''' ([[São Paulo]], [[23 de outubro]] de [[1956]]) é um [[Empresário|empresário brasileiro]] e  fundador do [[Grupo Bio Ritmo]] (que opera as academias [[Bio Ritmo]]  e [[Smart Fit]], além do agregador [[TotalPass]]<ref>{{citar web |ultimo=Sutto |primeiro=Giovanna |URL=https://www.infomoney.com.br/negocios/com-smart-fit-no-menu-totalpass-chega-para-competir-com-o-gympass/ |título=Com Smart Fit no “menu”, TotalPass chega para competir com o Gympass |data=19 de dezembro de 2019 |acessadoem=14/10/2020 |publicado=InfoMoney |autor=}}</ref>), reconhecida como a terceira maior rede de [[Academia desportiva|academias]] de fitness do mundo e a maior fora dos [[Estados Unidos|Estados Unidos.]]<ref>{{citar web |ultimo=Melo |primeiro=Alexandre |URL=https://valorinveste.globo.com/mercados/renda-variavel/empresas/noticia/2020/05/11/academias-de-ginastica-tentam-desenhar-novo-modelo-de-negocios.ghtml |título=Academias de ginástica tentam desenhar novo modelo de negócios |data=11 de maio de 2020 |acessadoem=14/10/2020 |publicado=Valor Investe |autor=}}</ref> .
 
Ele é atualmente é um dos nomes investigados na [[CPMI das Fake News]], após sugestão de impulsionamento em redes sociais de vídeos com ataques ao [[Congresso Nacional do Brasil|Congresso Brasileiro]] e ao [[Presidente da Câmara dos Deputados do Brasil|Presidente da Câmara dos Deputados]], [[Rodrigo Maia]]<ref name=":0" />.
Ele é atualmente investigado no inquérito das Fake News, acusado de envolvimento com financiamento de publicações de notícias falsas
 
== Biografia ==
Formou-se [[Engenharia química|Engenharia Química]] pela Faculdade de [[Engenharia]] da [[Fundação Armando Alvares Penteado|Fundação Armando Álvares Penteado]], em [[1968]]. Após formado, foi XXX e YYY na [[Usina Tamoio]], na área de [[açúcar]] e [[Álcool combustível|álcool]]. Entre os anos SSS e HHH, atuou no segmento da indústria do vestuário, na EmpresaK.
Tendo sido um dos principais empresários a apoiar o [[Presidente do Brasil|presidente]] [[Jair Bolsonaro]] durante a [[Eleição presidencial no Brasil em 2018|eleição presidencial de 2018]], também foi membro do Instituto Brasil 200, criado por um grupo de empresários que busca atuação na política brasileira, até abril de 2020, quando rompeu com o grupo devido a críticas direcionadas a políticas proposta pelo presidente Jair Bolsonaro feitas pelo presidente do instituto, o empresário Gabriel Kanner.
 
Em 1996, criou a academia [[Bio Ritmo]], que em 2009 viraria o [[Grupo Bio Ritmo]], após a criação da rede ''low cost'' [[Smart Fit]].[FONTE]
== Fake News ==
 
Em março de [[2020]], o jornal [[Folha de S.Paulo|Folha de São Paulo]] publicou uma série de matérias expondo um grupo de [[WhatsApp|Whatsapp]] do Instituto Brasil 200, onde Edgard sugere impulsionar vídeos com ataques ao [[Congresso Nacional do Brasil|Congresso Brasileiro]] e ao [[Presidente da Câmara dos Deputados do Brasil|Presidente da Câmara dos Deputados]], [[Rodrigo Maia]]<ref>{{citar web |ultimo=Bergamo |primeiro=Mônica |URL=https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml |título=Empresário bolsonarista sugere impulsionar vídeos com ataques ao Congresso |data=27 de fevereiro de 2020 |acessadoem=14/10/2020 |publicado=Folha de S. Paulo |autor=}}</ref>. Após esta matéria, o empresário passou a ser investigado por eventual envolvimento com o financiamento da prática de [[Notícia falsa|fake news]], sendo um dos investigado por financiar o suposto 'gabinete do ódio'.
Edgard tem 2 filhos do seu primeiro casamento com Esposa1,  filho01 e o filho02[INSERIR FONTE]. Em AnoCasamento2 casou-se com Soraya Corona e teve mais 3 filhos, filho03, filho04 e filho 05[INSERIR FONTE].
 
== Apoio a Bolsonaro e CPMI das Fake News ==
Tendo sido um dos principais empresários a apoiar o [[Presidente do Brasil|presidente]] [[Jair Bolsonaro]] durante a [[Eleição presidencial no Brasil em 2018|eleição presidencial de 2018]], também foi membro do [[Instituto Brasil 200,]] criado por um grupo de empresários que buscabuscava atuação na política brasileira, até abril de 2020, quando rompeu com o grupo devido a críticas direcionadas a políticas proposta pelo presidente Jair Bolsonaro, feitas pelo presidente do instituto, o empresário [[Gabriel Kanner]].
 
Em março de [[2020]], o jornal [[Folha de S.Paulo|Folha de São Paulo]] publicou uma série de matérias expondo um grupo de [[WhatsApp|Whatsapp]] do Instituto Brasil 200, onde Edgard sugere impulsionar vídeos com ataques ao [[Congresso Nacional do Brasil|Congresso Brasileiro]] e ao [[Presidente da Câmara dos Deputados do Brasil|Presidente da Câmara dos Deputados]], [[Rodrigo Maia]]<ref name=":0">{{citar web |ultimo=Bergamo |primeiro=Mônica |URL=https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/02/empresario-bolsonarista-sugere-impulsionar-videos-com-ataques-ao-congresso.shtml |título=Empresário bolsonarista sugere impulsionar vídeos com ataques ao Congresso |data=27 de fevereiro de 2020 |acessadoem=14/10/2020 |publicado=Folha de S. Paulo |autor=}}</ref>. Após esta matéria, o empresário passou a ser investigado por eventual envolvimento com o financiamento da prática de [[Notícia falsa|fake news]], sendo um dos investigado por financiar o suposto 'gabinete do ódio'.
115

edições