Linha Maginot: diferenças entre revisões

4 bytes removidos ,  16h18min de 18 de outubro de 2020
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
O primeiro a propor a construção de um sistema de defesa ao longo da fronteira alemã foi o [[Joseph Jacques Césaire Joffre|Marechal Joffre]] em [[1927]]. O princípio da linha Maginot, batizada com o nome do ministro da Defesa francês [[André Maginot]] (1877-1932), veterano mutilado da [[Primeira Guerra Mundial|guerra de 1914-1918]], foi debatido na França durante quase 10 anos pelo Conselho Superior de Guerra, sob a presidência do [[marechal]] [[Philippe Pétain|Pétain]]. Os planos definitivos foram aprovados em [[1929]] por [[Paul Painlevé]], então ministro da Guerra.
 
Neste mesmo ano, o [[Parlamento]] votou um primeiro financiamento de mais de 10001 milhõesbilhão de francos franceses, e os trabalhos começaram em [[1930]]. Os trabalhos foram realizados pela STG (''Section Technique du Génie''), sob a supervisão da CORF (''Commission d'Organisation des Régions Fortifiées''). Maginot tornou-se ministro da Guerra em 1929 e foi um ardente defensor da fortificação, mas morreu de intoxicação alimentar por [[ostra]]s em [[1932]] e jamais pôde ver realizado seu grande sonho de defesa.
 
A maior parte dos trabalhos estava terminada em [[1936]], no momento em que a ameaça [[Adolf Hitler|hitlerista]] parecia lhe dar toda a justificação de que precisava: era a mais formidável linha defensiva militar jamais construída no mundo, e era de grande complexidade tecnológica e militar. Seu custo total foi de 5 bilhões de [[francos]] (da época). Planejada durante a [[década de 1920]], a linha Maginot foi pensada para "guerra de trincheiras". Com suprimentos próprios de energia, munição e alimentos, a linha era uma série de fortalezas e estruturas interligadas, paralela à fronteira franco-germânica. Era composta de 108 edificações principais (fortes) a 15 km de distância uns dos outros, mais edificações menores e [[casamata]]s, e mais de 100 km de galerias.
105

edições