Slackline: diferenças entre revisões

8 913 bytes adicionados ,  19h48min de 23 de outubro de 2020
Adição de novos conteúdos e reorganização dos conteúdos anteriores sobre Slackline (Modificação nas referências)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Gabrielpereiraa (VDA https://gibbonbrasil.com.br/campeonatos-de-slackline/), com Reversão e avisos)
Etiqueta: Reversão manual
(Adição de novos conteúdos e reorganização dos conteúdos anteriores sobre Slackline (Modificação nas referências))
[[imagem:Cambridgeslackerssaf40.jpg|thumb|300px|Praticante de Slacklining]]
'''Slackline''' é um [[esporte radical]] deque equilíbriotem quecomo utilizaprincípio o equilíbrio. Utiliza uma fita dedinâmica [[nylon]]presa esticadaem entreduas doisancoragens, que são feitas em pontos fixos como árvores ou rochas, permitindo ao praticante andar, sentar e fazer diversos tipos de manobras. TambémDiferentemente conhecido comoda corda bamba, significaque "linhaé folgada"praticada ecom podeuma ser[[corda]] comparadode aosisal ou com [[cabo de aço]], usadoo porSlackline artistasé praticado utilizando uma fita circensesplana, poremque em sua flexibilidadegrande permitemaioria, criaré saltosfeita de [[nylon]], [[poliéster]] ou com os dois materiais e manobrasa espessura dessa fita varia de acordo com a modalidade a ser inusitadaspraticada.<ref name="EF">[https://www.educacaofisica.com.br/esportes/outras-modalidades/a-febre-do-slackline/ A febre do Slackline] Portal educação Física - acessado em 30 de junho de 2020</ref><ref name="G1">[http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/leo-tubarao/post/o-que-e-slackline.html O que é Slackline?] Portal Globo Esporte - acessado em 30 de junho de 2020</ref><ref>[https://www.uol.com.br/esporte/radicais/ultimas-noticias/2013/08/29/slackline-se-espalha-pelo-brasil-e-rende-ate-vaga-no-cirque-du-soleil.htm Slackline se espalha pelo Brasil e rende até vaga no Cirque du Soleil] Portal UOL Esporte - acessado em 30 de junho de 2020</ref><ref name="MSlack">[https://www.youtube.com/watch?v=bVh6l_AwGjk&list=PL1SPG-ZucBHek8FSyKVskHTegE-hJc0fc&index=4/ Manual de Slackline] Sequência de vídeos “Manual de Slackline” do vídeo 4 ao 9 do Canal OFF no Youtube, 2018 - acessado em 10 de outubro de 2020</ref><ref name="Desviantes">[https://desviantes.com.br/blog/post/o-que-e-slackline-e-como-comecar-praticar/ Desviantes]> O que é Slackline e como começar a praticar, Desviantes, 2014 - acessado em 08 de outubro de 2020</ref>
 
== História ==
O desportoesporte iniciou-se nosno meado dos anos 198080, nos campos de escalada do Vale de Yosemite, EUA<ref name="EF" />. Os escaladores passavam semanas acampando em busca de novas vias de escalada e nos tempos vagos, esticavam as suas fitas de escalada para se equilibrarem. Em 2006, atravésno Festival Europeu de equipamentosSlackline, paraem equilibrar-seScharnitz, Áustria, é que o esporte ganhou visibilidade e caminharcomeçou a se espalhar pelo mundo.<ref name="G1" /><ref name="MSlack" /><ref name="HSlack">[https://vidadoslack.wordpress.com/historia-do-slackline/33-2/ História do Slackline] A história do Slackline a fundo - acessado em 09 de outubro de 2020</ref><ref name="MSlack" />
 
=== Brasil ===
O esporte se popularizou no Brasil principalmente por conta dos praticantes nas praias do Rio de Janeiro, que chamavam atenção de toda a população que passava pelo local e vislumbrava daquela prática alternativa de esporte. Visando desenvolver e fomentar acerca da modalidade no território brasileiro, foram formadas a Federação Gaúcha de Slackline, a Federação Paranaense de Slackline, a Federação Paulista de Slackline, a Federação Mineira de Slackline, além da Federação de Slackline do Estado do Rio de Janeiro.<ref name="G1" /><ref name="MSlack" /><ref name="HSlack" /><ref name="MSlack" />
No Brasil, o esporte popularizou nas praias do Rio de Janeiro em 2010, espalhando-se por todo o Brasil.<ref name="G1" />
 
== Organização ==
Em agosto de 2015 foi fundada a ''International Slackline Association'' com o objetivo de incentivar e organizar o esporte, em nível global, através da cooperação entre entidades nacionais.<ref>[http://www.slacklineinternational.org/about/ International Slackline Association] Slackline International</ref>
 
== ModalidadesCampeonatos ==
Através dos campeonatos de Slackline foi que ocorreu a disseminação rápida da modalidade pelo mundo. A WS Federation foi a primeira organização mundial a federar atletas e oficializar as regras de uma competição da modalidade, e as principais competições de Slackline do mundo são da modalidade Trickline.<ref name="JSPR">[http://www.ipg.pt/scpd/files/JSPR2017_v3_n1.pdf Praticantes Slackline no Brasil] SODRÉ, J, G, H, H. et al. Caracterização do perfil dos praticantes de Slackline no Brasil. Journal of Sport Pedagogy and Research. 3(1), pp.4-12, 2017 - acessado em 17 de outubro de 2020</ref><ref name="GBSlackCamp">[https://gibbonbrasil.com.br/campeonatos-de-slackline/#:~:text=As%20regras%20dos%20campeonatos%20de%20Slackline&text=Os%20atletas%20s%C3%A3o%20divididos%20em,termine%20o%20tempo%20dos%20dois Campeonatos/regras Slackline] Campeonatos de slackline: conheça as regras da competição. Gibbon Slacklines, 2018 - acessado em 06 de outubro de 2020</ref>
=== Soulline ===
Com distância curta da fita e altura bem baixa, é uma modalidade para iniciantes.<ref name="UFPR">[https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/40196/Jahyr%20Kendrick%20Monteiro%20Neto.pdf?sequence=1&isAllowed=y Em busca do equilíbrio] Acervo Digital UFPR - acessado em 30 de junho de 2020 </ref><ref name="EF" />
 
=== História dos campeonatos de Trickline ===
=== Yogaline ===
No ano de 2009, ocorreu a primeira competição internacional de Slackline, por meio da Gibbon Slacklines, que realizou na ISPO Munich, já conforme a WS. Desde então, a WS Federation em colaboração com a Gibbon Slacklines, passou a realizar diversas competições internacionais em vários países. Em 2010, houve o Slackline World Cup 2010, qual foi o primeiro campeonato mundial de Slackline que aconteceu em Munique na Alemanha.<ref name="JSPR" /><ref name="GBSlackCamp" />
Nesta modalidade, em vez de manobras, pratica-se posturas derivadas [[yoga]] sobre a fita, com concentração.<ref name="UFPR" /><ref name="EF" />
 
=== Regras dos campeonatos de Slackline ===
=== Trickline ===
Os atletas são divididos em chaves de duplas, cada um tendo 2 minutos para fazer o seu melhor sobre a fita. Logo, subiu na fita o tempo inicia; saiu da fita, o tempo para e o outro atleta começa sua apresentação, assim a competição segue até que se termine o tempo dos dois, e os jurados decidem qual deles passa para a próxima fase, e consequentemente, até chegar a disputa final. Essa forma de disputa do Slackline tornou-se o modelo mais expandido e atualmente utilizado.<ref name="JSPR" /><ref name="GBSlackCamp" />
Geralmente praticado a partir de 1 metro ou mais de altura, com uma fita de 50 mm de espessura, o ''trickline'' permite a realização de manobras com saltos e equilíbrio extremo, exigindo bastante preparo físico e treino.<ref name="UFPR" />
 
=== Avaliação dos atletas ===
Os atletas são avaliados a partir da amplitude de manobras; quanto mais alto o voo durante as tricks, maior a pontuação, na variação de manobras; alterando entre manobras estáticas e dinâmicas, não repetindo os mesmos combos e manobras, na dificuldade de execução das manobras, na limpeza; manobras executadas sem os chamados dabs, pequenos erros na execução prática que comprometem a pontuação das tricks e no estilo na hora de realizar a prática.<ref name="JSPR" /><ref name="GBSlackCamp" />
 
=== Campeonatos de Slackline no Brasil ===
A primeira competição do esporte no país foi realizada através do coletivo de praticantes de slackline, o Catraquis Crew, por conseguinte, aconteceram numerosas competições em diferentes estados do país. Em 2015, foi realizado na cidade da Foz do Iguaçu o primeiro Mundial de Slackline.<ref name="JSPR" /><ref name="GBSlackCamp" />
 
== Modalidades ==
As modalidades mais difundidas são: Begginerline, Longline, Trickline, Highline, Yogaline, Waterline e Rodeoline. <ref name="MSlack" /><ref name="GBSlackMod">[https://gibbonbrasil.com.br/modalidades-do-slackline/ Gibbonbrasil]> Conheça as modalidades do slackline. Gibbonbrasil, 2017 - acessado em 07 de outubro de 2020</ref><ref name="MSlack" />
 
=== Begginerline ===
Modalidade praticada por iniciantes, utilizando uma fita mais larga e em uma altura próxima ao solo.<ref name="MSlack" />
 
=== Longline ===
as fitas são coladas a mais de 20 metros de comprimento, o que torna o grau de dificuldade maior, pois requer mais condicionamento físico e mais equilíbrio. A fita é presa em um weblock, um material desenvolvido especificamente para o a pratica de Longline, que serve como um freio para a fita se manter mais estável.<ref name="MSlack" /><ref name="MSlack" /><ref name="GBSlackMod" /> Esta modalidade exige do praticante bastante condicionamento físico, pois quanto maior o comprimento da fita mais força muscular e equilíbrio são necessários, e também requer bastante concentração para manter-se na fita e vencer as suas dificuldades.<ref name="UFPRUFPR2">[https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/40196/Jahyr%20Kendrick%20Monteiro%20Neto.pdf?sequence=1&isAllowed=y Em busca do equilíbrio] Acervo Digital UFPR - acessado em 30 de junho de 2020</ref><ref name="EF" />
 
=== WaterlineTrickline ===
Geralmente praticado a partir de 1 metro ou mais de altura, com uma fita de 50 mm de espessura, o ''trickline'' permite a realização de manobras com saltos e equilíbrio extremo, exigindo bastante preparo físico e treino.<ref name="UFPRUFPR2" /> A fita tem por volta dos 60 metros de comprimento, possibilitando muitas acrobacias, como; butt bounce e bounce, o primeiro quando cai sentado na fita e o segundo quando o praticante cai de peito na fita, ambas sem tocar o solo.<ref name="GBSlackMod" /><ref name="MSlack" />
É a pratica do Slackline sobre as águas, seja em piscinas, rios ou praias. Nesta modalidade, também é permitido o uso de uma fita tubular.<ref name="UFPR" /><ref name="EF" />
 
=== Highline ===
Praticado em alturas superiores a 5 metros. Esta modalidade requer muita experiência e conhecimento de alpinismo, pois é necessário utilização de equipamentos de segurança e conhecimento técnico de sistema de redução, como uma cadeira de montanhistas chamada "baudrier", presa ao corpo do praticante com uma corda de escalagem e mosquetão que aguenta 2 toneladas de peso e uma segunda fita ou cabo de aço.<ref name="UFPRUFPR2" /><ref name="EF" /><ref name="MSlack" /><ref name="GBSlackMod" /><ref name="MSlack" />
 
=== SoullineYogaline ===
Nesta modalidade, em vez de manobras, pratica-se posturasmovimentos derivadasde [[yoga]] sobre a fita, come requer bastante concentração em sua execução.<ref name="UFPRUFPR2" /><ref name="EF" /><ref name="MSlack" /><ref name="MSlack" /><ref name="GBSlackMod" />
 
=== YogalineWaterline ===
Praticada sobre a água, podendo ser na piscina, no mar, num rio ou em uma lagoa. Nesta modalidade não há tanto risco se machucar nas quedas, tornando-a assim, a modalidade mais viável para se treinar novos movimentos.<ref name="UFPR2" /><ref name="EF" /><ref name="MSlack" /><ref name="GBSlackMod" /><ref name="MSlack" />
 
=== TricklineRodeoline ===
Modalidade que acontece da mesma forma que o Longline, mas sem a utilização do weblock, o que faz com que a fita não tenha estabilidade e fique balançando, trazendo uma maior dificuldade em manter o equilíbrio.<ref name="MSlack" /><ref name="MSlack" />
 
== Tipos de Fitas ==
Existem fitas de vários tamanhos, comprimentos, materiais e espessuras. O material da fita é dividido em três modelos:<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
=== BaselineTrampolim ===
São fitas elaboradas com os mesmos elementos das camas elásticas. São mais estreitas e com o maior balanço. São mais utilizadas para quem quer executar manobras. Requer mais equilíbrio e prática.<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
=== Elástico ===
São fitas elaboradas através de elementos mais flexíveis. São mais utilizadas para quem pretendem caminhar e praticar poses estáticas, como posições de yoga.<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
=== Estático ===
São fitas elaboradas através de elementos pouco flexíveis para evitar que a fita tenha muito deslocamento. São fitas mais precisas e por isso são propostas para quem pretende iniciar a prática do esporte de forma mais simplificada possível. Permite a execução de alguns pulos básicos com pouco movimento.<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
== Tamanho e espessura das fitas ==
Apesar de haver inúmeros tamanhos, as fitas são ajustáveis no comprimento. No mercado, há uma variação entre 12 a 30 metros. Para a iniciação no esporte, quanto menor a fita, melhor a estabilidade e a facilidade para manter o equilíbrio. Fitas mais longas são indicadas para a prática do Longline, que é uma modalidade com objetivo de caminhar a maior distância possível. A espessura da fita é medida em polegadas, que são dividias em dois modelos:<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
=== Uma polegada ===
Espessura padrão para o esporte. Tem o material mais flexível e transmite a sensação de ser solta. Com isso, dispõe de uma maior dificuldade para os iniciantes. A flexibilidade faz com que essa espessura seja mais indicada para quem pretende fazer poses estáticas e andar sobre a fita.<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
=== Duas polegadas ===
Foi elaborada pela marca Gibbon. A fita de duas polegadas fornece uma maior margem para o erro na colocação dos pés. Indicada para iniciantes no esporte e para quem quer fazer a prática de manobras.<ref name="Desviantes" /><ref name="Desviantes" />
 
== Onde praticar e quem pode praticar ==
=== Baseline ===
A prática do Slackline pode acontecer em parques, praias, praças, pontes, montanhas ou até entre prédios. O Slackline é conveniente para todas as idades. Indicado a partir de crianças com 05 anos de idade e pode ser praticado por todas as idades. Inúmeros surfistas, escaladores e skatistas exercitam o Slackline como um aspecto divertido de treinar o seu esporte, já que os músculos e movimentações usadas são parecidas nas realizações da prática do Slackline.<ref>[https://adrenaline.com.br/forum/threads/slackline-quem-pratica.462887/ Onde e Quem pratica Slackline] Quem pratica. Adrenaline, 2013 -acessado em 08 de outubro de 2020</ref>
A modalidade baseline é o highline sem o baudrier, onde o praticante vaicom uma mochila de paraquedas nas costas, caso caia da fita. O praticante desta modalidade tem que ser paraquedista.<ref name="UFPR" />
 
{{Referências}}
14

edições