Diferenças entre edições de "Assis Chateaubriand"

7 bytes removidos ,  20h00min de 1 de novembro de 2020
m
Filho de Francisco José Bandeira de Melo e de Maria Carmem Guedes Gondim, foi batizado [[Francisco de Assis]] por ter nascido no dia dedicado ao santo, a quem a mãe era devota. O nome "Chateaubriand" tem origem na admiração do pai pelo [[poeta]] e [[pensador]] [[França|francês]] [[François-René de Chateaubriand]], a ponto de comprar uma escola em meados do [[século XIX]], na região de [[São João do Cariri]], dando-lhe o nome do pensador francês. Logo, Francisco José passou a ser conhecido na região como "seu José do Chateaubriand", que, por [[corruptela]], derivou para "José Chateaubriand". O nome ficou tão vinculado a Francisco José que ele batizou seus filhos com o sobrenome francês.<ref>Morais, p. 30-1</ref>
 
Chateaubriand casou-se uma vez apenas, com Maria Henriqueta Barroso do Amaral, filha do juiz [[Zózimo Barrozo do Amaral|Zózimo Barroso do Amaral]], com quem teve Fernando. Teve trêsAlém dele teve dois filhos: Fernando, Gilberto e Teresa.<ref>[http://www.museudatv.com.br/biografias/Assis%20Chateaubriand.htm Chateaubriand:casamento]</ref> Em 1934, desquitou-se e uniu-se a uma jovem de nome Corita, com quem teve uma filha, Teresa, que decidida a deixar Chatô, levou a filha com ela. Chatô consegue sequestrarsequestrou a própria filha, assumindo a paternidade e, com o apoio de Getúlio Vargas, obtémobteve o [[Poder familiar|pátrio poder]].
 
As relações de Chatô, especialmente com os filhos, são conturbadas e repletas de grandes conflitos e separações radicais.<ref>[http://www.obcom.nap.usp.br/?q=biografia/13162 Biografia]</ref>
364

edições