Diferenças entre edições de "Mamude de Gásni"

Sem alteração do tamanho ,  14h18min de 4 de novembro de 2020
sem resumo de edição
(2.0 paragrafo intro)
|imagem = Sultan-Mahmud-of-Ghazni.jpg
|legenda = Mamude de Gásni
|sucessão = [[Emir gaznévidagasnévida]]
|reinado = {{dtlink|||998}}-{{dtlink|||1002}}
|predecessor = {{ilc|Ismail|Ismail de Gásni|Ismael de Gásni|Ismail de Ghazni|Ismael de Ghazni}}
|sucessor = elevação a sultão
|sucessão1 = [[Sultão gaznévidagasnévida]]
|reinado1 = {{dtlink|||1002}}-{{dtlink|30|04|1030}}
|predecessor1 = reinado como [[emir]]
}}
 
'''Iamim Aldaulá Abde Alcacim Mamude ibne Sebuqueteguim''' ({{langx|fa|یمین‌الدوله ابوالقاسم محمود بن سبکتگین‎‎||''Yāmīn al-Dawlah Abd al-Qāṣim Maḥmūd Ibn Sebük Tegīn''}}; [[Gásni]], {{dni|lang=pt|2|11|971|si}} — [[Gásni]] {{morte|30|04|1030}}), melhor conhecido somente como '''Mamude de Gásni'''{{sfn|Alves|2014|p=614}} ({{langx|tr|Gazneli Mahmut}}); {{langx|fa|محمود غزنوی||''Maḥmūd-e Ghaznawī''}}), foi líder do [[Império GaznévidaGasnévida]] desde 997 ou 998 até à sua morte. Mamude tornou a antiga capital da província de Gásni na mais rica cidade e capital de um extenso império, que incluiu o território pertencente ao actual [[Afeganistão]], uma parte do actual [[Irão]], bem como algumas regiões do noroeste do [[subcontinente Indiano]], como o actual [[Paquistão]]. Foi igualmente o primeiro governador com o título de [[sultão]], que significou a sua quebra com a [[suserania]] do [[califa abássida]].
 
Durante o seu reinado, invadiu e saqueou os templos e as cidades mais ricas nas regiões da Índia actual dezassete vezes, fazendo milhares de escravos, e usou os saques para construir a sua capital em Gásni.<ref>{{citar livro|título=The Military in British India: The Development of British Forces in South Asia:1600-1947.|ultimo=Heathcote|primeiro=T.A.|editora=Manchester University Press.|ano=1995|local=|página=6|páginas=}}</ref>
{{Esboço-sultões}}
 
[[Categoria:Sultões do Império GaznévidaGasnévida]]