Diferenças entre edições de "Chevrolet Série 10"

6 bytes removidos ,  11h12min de 14 de novembro de 2020
m
sem resumo de edição
(Ajustes.)
m
A [[Engesa]] utilizou a linha para criar viaturas militares especiais.<ref>{{Citar web |url=http://www.armasnacionais.com/2018/05/chevrolet-engesa-c10-c14-c15.html |titulo=Chevrolet Engesa C10 - C14 - C15 |acessodata=2020-10-18 |lingua=pt-BR}}</ref>
 
O [[motor]] da linha C-14, C-15 e C-1416 até 1978 era o Chevrolet Brasil, de seis cilindros em linha, 4,.3 litros, o mesmo das picapes e caminhões Chevrolet Brasil a partir de 1958, substituído na linha 1979 pelo Chevrolet 250 de 4,.1 litros e complementado pelo Chevrolet 151, de 2,.5 litros, no mesmo ano.
 
Ao longo de sua trajetória, a ChevroletSérie C-1410 sofreu pequenas mudanças estéticas. Em 1966, a grade dianteira passou a ser prateada e mais limpa,. emEm 1968, os quatro faróis passaram a ser um pouco maiores e apenas umdois de cadatamanho ladomaior. O painel de instrumentos também sofreu algumas alterações estéticas, como o [[velocímetro]] que passou a ser em forma de circulo, enquanto que o anterior era emtinha formaaforma de um [[transferidor]] de 180º e passou a ser circular. A Veraneio teve estas alterações em 1970.
 
== Motores e caixas de mudanças ==
[[Ficheiro:Chevrolet-a10-1984-Motor-Tudo-2.jpg|esquerda|miniaturadaimagem|Chevrole A-10 1984, último modelo da série]]
Desde o seu lançamento, em 1964, até 1978, o motor principal era o 261 pol3 (4300cc) de 4 mancais, também conhecido como "Chevrolet Brasil", pois era utilizado no [[caminhão]] Chevrolet de mesmo nome. Foi o primeiro motor fabricado pela GM no país e equipava toda a linha de caminhões e pick-ups. Como o seu antecessor, o importado 3100, tinha seis cilindros em linha, comando de válvulas no bloco e válvulas no [[cabeçote]] acionado por varetas.
 
Em 1973, o motor 261 recebeu novos pistões e teve sua potência elevada para 149 cv.
 
O motor 250 (4100cc) substituiu o 261 na linha 1979, com 148 cv SAE brutos ou 127 cv [[Associação Brasileira de Normas Técnicas|ABNT]] líquidos na versão a gasolina, ou 134 cv ABNT líquidos na versão a [[Álcool combustível|álcool]], chamada de A-10, que tinha ainda a versão 4 cilindros 151, de 99 cv SAE brutos. Essas picapes vinham com o [[câmbio]] de 3 marchas denominado M-14, de iníciomais popular, ou 4 marchas, denominados M-20, raros de início, mas preponderante a partir de meados dos anos 70, com [[diferencial]] de 3,9:1 e uma capacidade de carga útil de cerca de 750 Kgkg.<ref>http://www.picapesgm.com.br/ficha_tecnica/ficha_serie10.htm</ref>
 
AindaTambém na década de 1970, surgiu a opção [[Diesel|Díesel]], denominada D-10, com motor [[Perkins Engines|Perkins]] 4.236 de 3,8 litros, que se tornou a versão mais resistente da série.<ref>{{Citar web |ultimo=Bellote |primeiro=Renato |url=https://carros.ig.com.br/colunas/garagem-do-bellote/2018-03-21/chevrolet-d10.html |titulo=D10: a picape mais resistente da Chevrolet no Brasil |data=2018-03-21 |acessodata=2020-11-09 |website=Carros |lingua=pt-BR}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=admin |url=https://www.portalsaofrancisco.com.br/automoveis/chevrolet-c-10 |titulo=Chevrolet C 10 |data=2016-07-26 |acessodata=2020-11-09 |website=Portal São Francisco |lingua=pt-BR}}</ref>
 
== Sucessor ==