Diferenças entre edições de "Parceria Regional Econômica Abrangente"

2 008 bytes adicionados ,  18h54min de 16 de novembro de 2020
Inserção de fontes e ajuste de texto.
(Inserção de fontes e ajuste de texto.)
A '''Parceria Econômica Regional Abrangente''' ('''RCEP,''' sigla em ''inglês'') é um [[tratado de livre-comércio]] proposto na região [[Ásia-Pacífico]] entre os dez estados membros da [[Associação de Nações do Sudeste Asiático]] (ASEAN), [[Brunei]], [[Camboja]], [[Indonésia]], [[Laos]], [[Malásia]], [[Myanmar]], [[Filipinas]], [[Singapura]], [[Tailândia]] e [[Vietnã]] e cinco dos parceiros do ALC da ASEAN - [[Austrália]], [[China]], [[Japão]], [[Nova Zelândia]] e [[Coreia do Sul|Coréia do Sul]] . [[Índia|A Índia]],<ref>{{Citar web |url=https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2020/11/16/asia-forma-maior-bloco-comercial-do-mundo-um-grupo-apoiado-pela-china-e-que-exclui-eua.htm |titulo=Ásia forma maior bloco comercial do mundo, um grupo apoiado pela China e que exclui EUA |acessodata=2020-11-16 |website=economia.uol.com.br |lingua=pt-br}}</ref> que também é parceira da ALC da [[ASEAN]], optou pelapor se retirar das saídanegociações do RCEP, em novembro de 2019.<ref>{{Citar jornal|titulo=India decides to opt out of RCEP, says key concerns not addressed|url=https://m.economictimes.com/news/economy/foreign-trade/india-decides-to-opt-out-of-rcep-says-key-concerns-not-addressed/amp_articleshow/71896848.cms#aoh=15759850994141&referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.com&amp_tf=From%20%251%24s|publicado=[[The Economic Times]]}}</ref> O tratado foi assinado em 15 de novembro de 2020 na reunião de cúpula virtual da [[Associação de Nações do Sudeste Asiático]], no Vietnã.<ref>{{Citar jornal|titulo= Asia-Pacific nations sign world's largest trade pact RCEP|url=https://www.channelnewsasia.com/news/business/rcep-trade-pact-asean-summit-singapore-china-13534960}}</ref><ref> {{Citar jornal|titulo= RCEP: Asia-Pacific nations sign world’s biggest trade pact |url=https://www.aljazeera.com/economy/2020/11/15/rcep-15-asia-pacific-nations-set-worlds-biggest-trade-pact|publicado=''[[Al Jazeera]]''}}</ref>
{{Mais fontes|data=agosto de 2020}}
A '''Parceria Econômica Regional Abrangente''' ('''RCEP''') é um [[tratado de livre-comércio]] proposto na região [[Ásia-Pacífico]] entre os dez estados membros da [[Associação de Nações do Sudeste Asiático]] (ASEAN), [[Brunei]], [[Camboja]], [[Indonésia]], [[Laos]], [[Malásia]], [[Myanmar]], [[Filipinas]], [[Singapura]], [[Tailândia]] e [[Vietnã]] e cinco dos parceiros do ALC da ASEAN - [[Austrália]], [[China]], [[Japão]], [[Nova Zelândia]] e [[Coreia do Sul|Coréia do Sul]] . [[Índia|A Índia]], que também é parceira da ALC da [[ASEAN]], optou pela saída do RCEP, em novembro de 2019.<ref>{{Citar jornal|titulo=India decides to opt out of RCEP, says key concerns not addressed|url=https://m.economictimes.com/news/economy/foreign-trade/india-decides-to-opt-out-of-rcep-says-key-concerns-not-addressed/amp_articleshow/71896848.cms#aoh=15759850994141&referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.com&amp_tf=From%20%251%24s|publicado=[[The Economic Times]]}}</ref> O tratado foi assinado em 15 de novembro de 2020 na reunião de cúpula virtual da [[Associação de Nações do Sudeste Asiático]], no Vietnã.<ref>{{Citar jornal|titulo= Asia-Pacific nations sign world's largest trade pact RCEP|url=https://www.channelnewsasia.com/news/business/rcep-trade-pact-asean-summit-singapore-china-13534960}}</ref><ref> {{Citar jornal|titulo= RCEP: Asia-Pacific nations sign world’s biggest trade pact |url=https://www.aljazeera.com/economy/2020/11/15/rcep-15-asia-pacific-nations-set-worlds-biggest-trade-pact|publicado=''[[Al Jazeera]]''}}</ref>
 
As negociações do RCEP foram formalmente lançadas em novembro de 2012, na [[Cúpula]] da [[ASEAN]], no Camboja.<ref name="Challenges">{{Citar web|url=http://www.rsis.edu.sg/publications/Perspective/RSIS1402013.pdf|titulo=RCEP: Challenges and Opportunities for India, 25 July 2013, RSIS, Singapore|obra=rsis.edu.sg|arquivourl=https://web.archive.org/web/20131230233448/http://www.rsis.edu.sg/publications/Perspective/RSIS1402013.pdf|arquivodata=30 de dezembro de 2013}}</ref> Em 2018, as 16 partes negociadoras representaram cerca de metade da população mundial e 39% do [[Produto interno bruto|PIB]] mundial.<ref>{{Citar web|url=http://www.thejakartapost.com/news/2016/12/07/rcep-talks-speed-up-amid-tpp-failure.html|titulo=RCEP talks speed up amid TPP failure|autor=Stefani Ribka/Linda Yulisman}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://portuguese.cri.cn/news/world/408/20201116/578648.html |titulo=Observação: Com assinatura da RCEP, CAI pode estar mais perto - Portuguese |acessodata=2020-11-16 |website=portuguese.cri.cn}}</ref> Sem a Índia, as 15 partes negociadoras representam 30% da população mundial e pouco menos de 30% do PIB mundial.<ref>{{Citar jornal|titulo=India stays away from RCEP talks in Bali|url=https://asia.nikkei.com/Economy/Trade/India-stays-away-from-RCEP-talks-in-Bali|jornal=Nikkei Asian Review|autor=<!--Staff writer(s); no by-line.-->}}</ref> O acordo também estará aberto a quaisquer outros parceiros econômicos externos, como nações da Ásia Central e demais nações do sul da Ásia e da Oceania.<ref name="What is">{{Citar web |url=http://www.fta.gov.sg/press_release%5CFACTSHEET%20ON%20RCEP_final.pdf |titulo=What is the Regional Comprehensive Economic Partnership (RCEP)? Ministry of Trade and Industry Singapore November 2012}}</ref>
[[Ficheiro:RCEP.png|alt=|miniaturadaimagem|500x500px|Os 15 países membros da RCEP <br /><span style="color:#1743a6">'''Azul'''</span> : [[Associação de Nações do Sudeste Asiático|ASEAN]] <br /><span style="color:#6330d5">'''Roxo'''</span> : [[Associação de Nações do Sudeste Asiático|ASEAN Plus Three]] <br /><span style="color:#0d63ac">'''Azul'''</span> - [[Associação de Nações do Sudeste Asiático|petróleo]] : [[Associação de Nações do Sudeste Asiático|ASEAN Plus Six (excluindo a Índia)]]]]
Em 15 de novembro de 2020, os dez países que compõem a ASEAN, juntamente com China, Japão, Coreia do Sul, Austrália e Nova Zelândia, ao fim da reunião de cúpula da organização, realizada por videoconferência devido à pandemia de Covid-19.<ref>{{Citar web |ultimo=Liy |primeiro=Macarena Vidal |url=https://brasil.elpais.com/internacional/2020-11-16/china-e-outros-14-paises-da-asia-e-oceania-assinam-o-maior-acordo-comercial-do-mundo.html |titulo=China e outros 14 países da Ásia e Oceania assinam o maior acordo comercial do mundo |data=2020-11-16 |acessodata=2020-11-16 |website=EL PAÍS |lingua=pt-br}}</ref><ref>{{Citar jornal|titulo= Asia-Pacific nations sign world's largest trade pact RCEP|url=https://www.channelnewsasia.com/news/business/rcep-trade-pact-asean-summit-singapore-china-13534960}}</ref>
O acordo também estará aberto a quaisquer outros parceiros econômicos externos, como nações da Ásia Central e demais nações do sul da Ásia e da Oceania.<ref name="What is">{{Citar web|url=http://www.fta.gov.sg/press_release%5CFACTSHEET%20ON%20RCEP_final.pdf|titulo=What is the Regional Comprehensive Economic Partnership (RCEP)? Ministry of Trade and Industry Singapore November 2012}}</ref>
 
=== Partes negociantes ===
 
{| class="wikitable sortable" style="font-size:85%;" width="100%"
! class="unsortable" |FlagBandeira
!CountryPaís<br /><br />
!Capital<br /><br />
!AreaÁrea<br /><br /><small>(km²)</small><br /><br />
![[Lista de países por população|População]]
![[Lista de países por PIB nominal|NominalPIB GDPNominal]]<br /><br /><small>(milhões de dólares)</small>
![[Lista de países por PIB nominal per capita|GDPPIB per cap.<br /><br /><small>(Nominal, dólares)</small>]]
![[Lista de países por PIB (Paridade do Poder de Compra)|PPPPIB GDPPPP]] <br /><br /><small>(milhões de Int$)</small><br /><br />
![[Lista de países por PIB (Paridade do Poder de Compra) per capita|GDPPPP per cap.<br /><br /><small>(PPP, Int$)</small>]]
![[Lista de países por Índice de Desenvolvimento Humano|HDIIDH]]
!CurrencyMoeda<br /><br />
! class="unsortable" |[[Língua oficial|Línguas oficiais]]
! class="unsortable" |LeadersLíderes
|-
| align="center" |[[Imagem:Flag_of_Australia_(converted).svg|borda|30x30px]]
[[Ficheiro:RCEP_Population.png|direita|miniaturadaimagem|250x250px| População RCEP - 2012: FMI - Banco de Dados do World Economic Outlook (outubro de 2013) ]]
[[Ficheiro:RCEP_GDP.png|direita|miniaturadaimagem|250x250px| PIB do RCEP - 2012: FMI - Banco de dados do World Economic Outlook (outubro de 2013) ]]
O RCEP inclui potencialmente mais de 3 bilhões de pessoas ou 45% da população mundial e um PIB combinado de cerca de 21,3 trilhões de dólares, representando cerca de 40% do comércio mundial. A decisão da Índia de não ingressar no RCEP reduziu significativamente o impacto do RCEP.<ref name="diplomat">{{Citar web|url=http://thediplomat.com/pacific-money/2013/07/30/regional-comprehensive-economic-partnership-rcep-issues-and-way-forward/|titulo=Regional Comprehensive Economic Partnership (RCEP): Issues and Way Forward|autor=Rohit Sinha and Geethanjali Nataraj|obra=thediplomat.com}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://veja.abril.com.br/blog/agro-global/megabloco-rcep-consolida-comercio-e-cadeias-de-valor-da-asia/ |titulo=RCEP: o acordo que consolida o comércio e as cadeias de valor da Ásia {{!}} Agro Global |acessodata=2020-11-16 |website=VEJA |lingua=pt-BR}}</ref> O PIB combinado dos membros em potencial do RCEP superou o PIB combinado dos membros da Parceria Transpacífica (TPP) em 2007.<ref>{{Citar web |url=https://www.avisite.com.br/index.php?page=noticias&id=21971 |titulo=Países da Ásia-Pacífico assinam um dos maiores acordos de livre-comércio da história |acessodata=2020-11-16 |website=AviSite - O Portal de Avicultura na Internet |lingua=portuguese}}</ref> O crescimento econômico contínuo, particularmente na China, Índia e Indonésia, pode ver o PIB total em RCEP crescer para mais de cem trilhões de dólares até 2050, o dobro do tamanho do projeto das economias de TPP.<ref name=":0">{{Citar web|url=http://www.eaber.org/node/25601|titulo=Understanding and applying long-term GDP projections|obra=eaber.org}}</ref>
[[Ficheiro:GDP_projection_for_RCEP_countries_to_2050.png|miniaturadaimagem| Projeções do PIB para potenciais países membros da RCEP até 2050.<ref name=":0">{{Citar web|url=http://www.eaber.org/node/25601|titulo=Understanding and applying long-term GDP projections|obra=eaber.org}}</ref> ]]
Em 23 de janeiro de 2017, o presidente dos Estados Unidos, [[Donald Trump]], assinou um memorando que confirmava a retirada do país da TPP, uma medida que foi vista para melhorar as chances de sucesso da RCEP.<ref>{{Citar web|url=http://www.zdnet.com/article/trump-dumping-trans-pacific-partnership/|titulo=Trump dumping Trans-Pacific Partnership|primeiro=Corinne|último =Reichert|obra=ZDNet.com}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=http://www.dothnews.com.br |url=https://www.acritica.net/editorias/politica/acordo-de-comercio-envolvendo-a-china-coloca-pressao-na-politica-exter/488513/ |titulo=Acordo de comércio envolvendo a China coloca pressão na política externa de Biden |acessodata=2020-11-16 |website=www.acritica.net}}</ref>
 
== Crítica ==
O RCEP foi criticado por ativistas da [[Movimento pela cultura livre|cultura livre]] por conter "simplesmente as piores disposições sobre direitos autorais já vistas em um acordo comercial".<ref>{{Citar web|url=https://www.eff.org/deeplinks/2016/04/rcep-other-closed-door-agreement-compromise-users-rights|titulo=RCEP: The Other Closed-Door Agreement to Compromise Users' Rights|obra=Electronic Frontier Foundation}}</ref> Ativistas globais de serviços de saúde criticaram o acordo por forçar a [[Índia]] a encerrar seu fornecimento barato de [[Medicamento genérico|medicamentos genéricos]] a países pobres.<ref name=":1">{{Citar web|url=https://www.cnbc.com/2017/01/12/trumps-win-puts-tpp-in-danger-but-china-backed-trade-deal-may-not-gain-because-of-india.html|titulo=China-backed trade deal may not gain from TPP's loss. Blame India|último =Chandran|primeiro=Nyshka|obra=CNBC}}</ref> O governo indiano retirou-se do acordo principalmente devido a preocupações com um aumento nas importações, principalmente da China, afetando potencialmente seus próprios setores industriais e agrícolas.<ref>{{Citar web|url=https://economictimes.indiatimes.com/news/economy/foreign-trade/india-decides-to-opt-out-of-rcep-says-key-concerns-not-addressed/articleshow/71896848.cms?utm_source=contentofinterest&utm_medium=text&utm_campaign=cppst|titulo=India decides to opt out of RCEP, says key concerns not addressed}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=Geral |primeiro=Secretaria |url=https://asmetro.org.br/portalsn/2020/11/16/china-e-outros-14-paises-criam-maior-pacto-comercial-do-mundo/ |titulo=China e outros 14 países criam maior pacto comercial do mundo {{!}} Asmetro-SN |acessodata=2020-11-16 |lingua=pt-BR}}</ref>
 
== Veja também ==