Diferenças entre edições de "Origem da água na Terra"

508 bytes adicionados ,  00h07min de 24 de novembro de 2020
m
Vento solar, colisão de Theia, correção de algumas traaduções do ingles, ainda incompleto
m (Vento solar, colisão de Theia, correção de algumas traaduções do ingles, ainda incompleto)
 
[[Imagem:BlueMarble-2001-2002.jpg|thumb|300px|A água cobre cerca de 70% da superfície terrestre.]]
 
A questão da '''origem da água na Terra''', ou a questão sobre porque há claramente mais [[água]] na [[Terra]] do que nos outros planetas do [[Sistema Solar]], '''ainda''' '''não está ainda esclarecida.''' Existem várias teorias sobre como os [[oceano]]s se formaram ao longo dos últimos [[História da Terra|4,6 bilhões de anos]].
 
Uma quantidade considerável de água estaria no material que formou a Terra.<ref>{{cite web|url=http://www.ingentaconnect.com/content/arizona/maps/2005/00000040/00000004/art00003;jsessionid=7ibpocfkopqql.alice |title=IngentaConnect Origin of water in the terrestrial planets |publisher=Ingentaconnect.com |date= |accessdate=2009-08-20}}</ref>
 
As moléculas de água teriam escapado mais facilmente da gravidade da Terra quando ela eracontinha menos [[massa]] durante sua formação. Espera-se que o hidrogênio e o hélio vazem continuamente da atmosfera, mas a falta de gases mais densos na atmosfera moderna sugere que algo desastroso aconteceu na atmosfera primitiva. Além disso, durante a formação do Sistema Solar antes de os planetas serem formados, as moléculas estavam fazendo um [[disco de acreção]] ao redor da estrela recém formada, esta por sua vez expele continuamente o [[vento solar]], oque "expulsa" as moléculas gasosas para a área mais externa do [[Sistema Solar|sistema solar]], isto explica porque a partir de Marte os planetas são gasosos e não tem nenhum deles mais próximo ao Sol.
 
Teoriza-se que parte do planeta jovem tenha sido interrompidaatingido pelopor impactoum daoutro giganteplaneta hipótesedo tamanho de impacto[[Marte que(planeta)|Marte]] crioudenominado [[Theia]] oque causou a criação da [[Lua]], que deveria ter causado o derretimento de uma ou duas grandes áreas. A composição atual não corresponde à fusão completa e é difícil derreter completamente e misturar grandes massas rochosas.<ref>{{cite web|url=http://solarsystem.nasa.gov/scitech/display.cfm?ST_ID=446 |title=Solar System Exploration: Science & Technology: Science Features: View Feature |publisher=Solarsystem.nasa.gov |date=2004-04-26 |accessdate=2009-08-20}}</ref>
 
No entanto, uma boa fração do material deveria ter sido vaporizada por esse impacto, criando uma atmosfera de vapor de rocha ao redor do jovem planeta. O vapor de rocha teria condensado dentro de dois mil anos, deixando para trás voláteis quentes que provavelmente resultaram em uma atmosfera pesada de dióxido de carbono com hidrogênio e vapor de água. Os oceanos de água líquida existiam apesar da temperatura da superfície de 230 ° C por causa da pressão atmosférica da atmosfera pesada de CO 2. À medida que o resfriamento continuava, a dissolução na água do oceano removeu a maior parte do CO 2 da atmosfera, mas os níveis oscilavam descontroladamente à medida que apareciam novas superfícies e ciclos de manto.<ref>{{cite web|author=N. H. Sleep*,†, K. Zahnle‡, and P. S. Neuhoff§ |url=http://www.pnas.org/cgi/content/full/98/7/3666 |title=Inaugural Article: Initiation of clement surface conditions on the earliest Earth - Sleep et al. 98 (7): 3666 - Proceedings of the National Academy of Sciences |publisher=Pnas.org |date= |accessdate=2009-08-20}}</ref>
3

edições