Diferenças entre edições de "Homossexualidade"

49 bytes removidos ,  21h13min de 24 de novembro de 2020
m
sem resumo de edição
m
Etiqueta: Revertida
m
Etiqueta: Revertida
{{Orientação Sexual}}
'''Homossexualidade''' ou '''homossexualismo'''{{nota de rodapé|Também chamada de '''homossexualismo''', embora esteEste termo, definido pelo Dicionário da [[Porto Editora]] como "prática de atos sexuais" (ver [http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/homossexualismo verbete online]), conste de obras antigas do [[português europeu]], não é utilizado atualmente nesta variante do idioma. Já no [[português brasileiro]] o termo costuma ser utilizado com alguma frequência, embora existam autores e grupos que manifestaram sua oposição à utilização do termo devido a uma associação com doença mental (ver seção [[#Etimologia e uso]]).}} (do [[grego antigo]] ''ὁμός'' (homos), ''igual'' + {{ling|la}} ''sexus'' = sexo) refere-se à [[wikt:característica|característica]], [[wikt:condição|condição]] ou [[qualidade]] de um ser ([[humano]] ou não) que sente atração [[física]], [[estética]] e/ou [[Emoção|emocional]] por outro ser do mesmo [[sexo]] ou [[género (sociedade)|gênero]]. Enquanto [[orientação sexual]], a homossexualidade se refere a "um padrão duradouro de experiências sexuais, afetivas e românticas" principalmente ou exclusivamente entre pessoas do mesmo sexo; "também se refere a um indivíduo com senso de identidade pessoal e social com base nessas atrações, manifestando comportamentos e aderindo a uma comunidade de pessoas que compartilham da mesma orientação sexual".<ref name=":0">{{citar web|url=http://www.apahelpcenter.org/articles/article.php?id=31|titulo=Sexual Orientation and Homosexuality|acessodata=12/1/2019|publicado=HelpCenter.org|wayb=20070928051520|urlmorta=yes}}</ref><ref>{{citar web|url=http://www.courtinfo.ca.gov/courts/supreme/highprofile/documents/Amer_Psychological_Assn_Amicus_Curiae_Brief.pdf|titulo=APA California Amicus Brief|data=26/9/2007|acessodata=12/1/2019|publicado=Suprema Corte da Califórnia|arquivourl=https://www.webcitation.org/5kNicjEZK?url=http://www.courtinfo.ca.gov/courts/supreme/highprofile/documents/Amer_Psychological_Assn_Amicus_Curiae_Brief.pdf|arquivodata=2009-10-08|urlmorta=no}}</ref>
 
A homossexualidade é uma das principais categorias de orientação sexual, ao lado da [[bissexualidade]] e da [[heterossexualidade]]. A prevalência da homossexualidade entre os [[ser humano|humanos]] é difícil de determinar com precisão;{{Sfn|LeVay|1996}} na [[Mundo ocidental|sociedade ocidental]] moderna, os principais estudos indicam uma prevalência de 2% a 13% de indivíduos homossexuais na população,{{Sfn|Spira|1992|p=407–409}}{{Sfn|Billy|1993|pp=52–60}}{{Sfn|Binson|1995|pp=245–254}}{{Sfn|Bogaert|2004|p=33–37}}{{Nota de rodapé|Bogaert diz que: "A prevalência da homossexualidade masculina é debatida. Uma estimativa inicial amplamente divulgada foi de 10% (e.g., Marmor, 1980; Voeller, 1990). Alguns dados recentes deram suporte para esta estimativa (Bagley and Tremblay, 1998), mas a maioria dos grandes amostras nacionais recentes sugerem que a prevalência da homossexualidade masculina em sociedades ocidentais modernas, incluindo os Estados Unidos, é menor do que esta estimativa antecipada (e.g., 1–2% in Billy et al., 1993; 2–3% in Laumann et al., 1994; 6% in Sell et al., 1995; 1–3% in Wellings et al., 1994). É de notar, contudo, que a homossexualidade é definida de diferentes formas nestes estudos. Por exemplo, alguns usam o comportamento do mesmo sexo e não atração pelo mesmo sexo como a definição operacional da homossexualidade (e.g., Billy et al., 1993); muitos pesquisadores do sexo (e.g., Bailey et al., 2000; Bogaert, 2003; Money, 1988; Zucker and Bradley, 1995) agora enfatizam a atração sobre comportamento ostensivo na conceituação da orientação sexual." (p. 33) Também é dito que: "…a prevalência da homossexualidade masculina (em especial atração pelo mesmo sexo), varia ao longo do tempo e através das sociedades (e, portanto, é um "movimento alvo"), em parte por causa de dois efeitos: (1) variações na taxa de fertilidade ou o tamanho da família; e (2) o efeito da ordem de nascimento fraternal. Assim, mesmo se medido com precisão de um país ao mesmo tempo, a taxa de homossexualidade masculina está sujeita a alterações e não é generalizável ao longo do tempo ou através de sociedades." (p. 33)}}{{Sfn|Fay|1989|pp=338–348}}{{sfn|Johnson|1992|pp=410–412}}{{Sfn|Laumann|2000}}{{Sfn|Wellings|1994}}<ref name="aftenposten">{{Citar web|url=http://www.aftenposten.no/english/local/article633160.ece#|titulo=Norway world leader in casual sex, Aftenposten|data=25.9.2003|acessodata=2 de novembro de 2009|publicado=Aftenposten|ultimo=Tisdall|primeiro=Jonathan|wayb=20100224074034|urlmorta=yes}}</ref><ref name="guardianpoll">{{Citar periódico|data=2008-10-25|titulo=Sex uncovered poll: Homosexuality|url=http://www.theguardian.com/lifeandstyle/2008/oct/26/relationships|jornal=The Guardian|lingua=en-GB|issn=0261-3077|acessodata=12/1/2019}}</ref> enquanto outros estudos sugerem que aproximadamente 22% da população apresente algum grau de tendência homossexual.{{Sfn|McConaghy|2006|pp=161–174}} Ela também é [[Homossexualidade no reino animal|registrada em cerca de {{formatnum:5000}} outras espécies]] (sendo bem estudada e devidamente comprovada em cerca de 500 delas), incluindo minorias significativas em seres tão diversos quanto [[mamífero]]s, [[ave]]s e [[platelminto]]s.{{Sfn|Bagemihl|1999}}<ref name="Biological Exuberance: Animal"/>