Diferenças entre edições de "Pacto Anticomintern"

1 byte removido ,  16h56min de 25 de novembro de 2020
sem resumo de edição
(+ cat)
 
[[File:Anti-Comintern Pact signing 1936.jpg|thumb|right|200px|Embaixador japonês [[Kintomo Mushakoji]] e o ministro alemão [[Joachim von Ribbentrop]] na assinatura do pacto.]]
 
O '''Pacto Anticomintern''' foi assinado em [[25 de novembro]] de [[1936]] entre o [[Império do Japão]] e a [[Alemanha nazista]], onde ambas as nações se comprometeram a tomar medidas para se protegerem contra a ameaça da Internacional Comunista ([[Comintern]]). O pacto, basicamente, era específico para garantir a capacidade do "[[Potências do Eixo|Eixo]]" de atacar uma potencial [[Comunismo de guerra|ameaça soviética]] em duas frentes: ao Leste com a [[Alemanha Nazista|Alemanha]] e ao Oeste com o [[Império do Japão|Japão]], tentando impedir o avanço da União [[União Soviética|Soviética]] e de revoluções [[Propaganda na União Soviética|pró- União Soviética]] na Ásia.<ref name="w">{{citar livro |first=Gerhard |last=Weinberg |titulo=''The Foreign Policy of Hitler's Germany Diplomatic Revolution in Europe 1933–36'' |local=Chicago |editora=University of Chicago Press |ano=1970 |pagina=342–346 |ISBN=0226885097 }}</ref>
 
Em caso de ataque da [[União Soviética]] contra a [[Alemanha]] ou o [[Japão]], os dois últimos comprometiam-se a efetuar consultas acerca das medidas a serem tomadas para proteger os seus interesses comuns. Também concordaram que nenhum dos dois concluiria tratados políticos com a União Soviética. A Alemanha, ademais, concordou em reconhecer o [[Manchukuo]], o Estado-fantoche japonês na [[Manchúria]]. Em [[1937]], a [[Itália]] aderiu ao Pacto, formando o grupo que mais tarde seria conhecido como o [[Potências do Eixo|Eixo]]. Em [[1939]], aderiram a [[Espanha]], a [[Hungria]] e o [[Manchukuo]]. Apesar do pacto de não-agressão germano-soviética de [[1939]] ([[Pacto Molotov-Ribbentrop]]) e do tratado de neutralidade assinado por [[Tóquio]] com [[Moscou]], o pacto foi renovado por outros cinco anos, em novembro de [[1941]].{{carece de fontes}}