Diferenças entre edições de "Maguito Vilela"

m
sem resumo de edição
(azulite aguda em datas, WP:EUFEMISMO)
m
{{Mais fontes|data=novembro de 2020}}
{{Wikificação|biografia=sim|Brasil=sim|sociedade=sim|data=novembro de 2020}}
{{Evento atual|tema=morte}}
{{Info/Político
'''Luís Alberto Maguito Vilela''' ([[Jataí (Goiás)|Jataí]], [[24 de janeiro]] de [[1949]] - [[São Paulo]], [[13 de janeiro]] de [[2021]]) foi um [[advogado]] e [[política|político]] [[brasil]]eiro, servindo no seu [[Local de nascimento|estado natal]] como deputado estadual e federal, vice-governador, governador e senador.<ref>{{Citar web |url=https://www.camara.leg.br/deputados/139292/biografia |titulo=Biografia do(a) Deputado(a) Federal MAGUITO VILELA |acessodata=2020-11-30 |website=Portal da Câmara dos Deputados |lingua=pt-br}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://www25.senado.leg.br/web/senadores/senador/-/perfil/302 |titulo=Senador Maguito Vilela - Senado Federal |acessodata=2020-11-30 |website=www25.senado.leg.br}}</ref> Nas eleições de 2020, foi eleito [[Lista de prefeitos de Goiânia|prefeito de Goiânia]].<ref>{{Citar web |url=https://g1.globo.com/go/goias/eleicoes/2020/noticia/2020/11/29/maguito-vilela-do-mdb-e-eleito-prefeito-de-goiania.ghtml |titulo=Maguito Vilela, do MDB, é eleito prefeito de Goiânia |acessodata=2020-11-30 |website=G1 |lingua=pt-br}}</ref>
 
== Biografia ==
Foi [[vereador]] em Jataí, [[deputado estadual]] (1983-1987), [[deputado federal]] constituinte (1987-1991), vice-governador de [[Goiás]] (1991-1994).
 
A assembleia foi responsável por aprovar a sétima [[Constituição brasileira de 1988|Constituição do Brasil]] no período de redemocratização do país que seguiu a [[Ditadura militar no Brasil (1964–1985)|Ditadura Militar]]. Em fevereiro de 1987, Vilela assumiu posição na Assembléia Nacional Constituinte (ANC) entre os 559 constituintes.
 
Vilela '''votouVotou favoravelmente''' ao mandato de cinco anos para o presidente José Sarney, à legalização do jogo do bicho, à criação de um fundo de apoio à reforma agrária, à limitação dos encargos da dívida externa, à proibição do comércio de sangue, à limitação do direito de propriedade privada, ao mandado de segurança coletivo, à proteção do emprego contra demissões sem justa causa, ao turno ininterrupto de seis horas, ao aviso prévio proporcional, ao voto aos 16 anos, ao limite de 12% ao ano de juros, à estatização do sistema financeiro e à soberania popular.
 
Ele '''votouVotou contra''' a pena de morte, a anistia aos micro e pequenos empresários, a jornada semanal de 40 horas, a pluralidade sindical, o presidencialismo e a desapropriação de propriedade produtiva.
 
Ausentou-se das votações sobre a criminalização do aborto e rompimento de relações com países racistas.<ref>{{Citar web|url=http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-tematico/assembleia-nacional-constituinte-de-1987-88|titulo=ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE DE 1987-88 {{!}} CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil|acessodata=2018-09-19|obra=CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil|ultimo=Brasil|primeiro=CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do|lingua=pt-br}}</ref>