Rio Jelum: diferenças entre revisões

35 bytes removidos ,  14 de janeiro de 2021
sem resumo de edição
(ILVA, Júlio César Lázaro da. "Conflito na Caxemira"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/caxemira.htm. Acesso em 14 de janeiro de 2021.)
'''Desenvolvimento'''
 
                       O a situação apresentada pelo Paquistão se tornou uma crise politica muito complicada. O Paquistão, pais que faz fronteira com a Índia, depende do sistema hídrico do rio Jhelum. Todos os cinco rios afluentes do Indo desaguam no Paquistão. A Índia tem uma posição estrategicamente vantajosa com relação ao controle do fluxo de água. O Paquistão apresenta um dilema para o mundo, pois depende consideravelmente do rio Jhelum, ao contrario da Índia, todo o Paquistão depende totalmente do sistema do rio indo; é uma realidade geográfica. Ao longo dos anos, o rio foi uma questão diretamente ligada a Caxemira, lideres políticos, e a elite militar do Paquistão, enfatizaram que se forem forçados a abrir mão de sua reivindicação em caxemira significara abrir mão da fontes de Jhelum e Chenab ficarão a mercê da Índia para obter água, resultando na queda do PIB em 2%.
 
O governo paquistanês desenvolveu uma agenda de reforma para o setor de energia, que inclui o aproveitamento de seus ricos recursos hídricos para geração de energia renovável. E uma parte significativa desses recursos está localizada na bacia de Jhelum-pooch. A IFC (International Finance Corporation) e os acionistas trabalharam para manter o equilíbrio entre a necessidade de fornecer eletricidade a milhões de pessoas e proteger os ecossistemas locais, incluindo estruturas sociais.
46

edições