Diferenças entre edições de "António Damas Mora"

m
sem resumo de edição
m (Adicionado {{Info/Biografia/Wikidata}})
m
{{Info/Médico|nome_completo=António Damas Mora|data_nascimento={{dni|lang=pt|2|5|1879|si}}|morte_data={{nowrap|{{morte|lang=pt|5|6|1949|2|5|1879}}}}|local_nascimento=[[São Vicente (Abrantes)|São Vicente]], [[Abrantes]], {{PRT1830}} [[Portugal]]|morte_local=[[São Sebastião da Pedreira]], [[Lisboa]], {{PORb}} [[Portugal]]|ocupação=[[Médico]], administrador [[colónia|colonial]] e [[militar]]|prémios=[[Ordem Militar de Avis]]<br />[[Ordem de Leopoldo (Bélgica)|Ordem de Leopoldo I]]<br />[[Ordem de Leopoldo II]]|especialidade=[[Medicina Tropical]]|alma_mater=[[Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa]]}}
{{Info/Biografia/Wikidata
 
| legenda = António Damas Mora.
'''António Damas Mora''' <small>[[Ordem Militar de Avis|GOA]] • [[Medalha Militar de Bons Serviços|MPBS]] • [[Medalha Militar de Comportamento Exemplar|MOCE]]</small> ([[Abrantes]], [[São Vicente (Abrantes)|São Vicente]], [[Abrantes]], [[2 de Maio|2 de maio]] de [[1879]] - [[Lisboa]], [[São Sebastião da Pedreira]], [[Lisboa]], [[5 de Junho|5 de junho]] de [[1949]]) foi um [[médico]] e administrador [[Descobrimentos portugueses|colonial português]]. Teve um grande contributo para a [[Medicina Tropical]], estando à frente dos Serviços de Saúde e Higiene de Angola<ref>Mora, Luiz Damas (2018). António Damas Mora e o combate às doenças tropicais em Angola (1921-1934), v. 15 n. 1 (2016): 2º Encontro Luso-Brasileiro de História da Medicina Tropical</ref>.
}}
'''António Damas Mora''' <small>[[Ordem Militar de Avis|GOA]] • [[Medalha Militar de Bons Serviços|MPBS]] • [[Medalha Militar de Comportamento Exemplar|MOCE]]</small> ([[Abrantes]], [[São Vicente (Abrantes)|São Vicente]], [[2 de Maio]] de [[1879]] - [[Lisboa]], [[São Sebastião da Pedreira]], [[5 de Junho]] de [[1949]]) foi um administrador [[Descobrimentos portugueses|colonial português]]. Teve um grande contributo para a [[Medicina Tropical]], estando à frente dos Serviços de Saúde e Higiene de Angola<ref>Mora, Luiz Damas (2018). António Damas Mora e o combate às doenças tropicais em Angola (1921-1934), v. 15 n. 1 (2016): 2º Encontro Luso-Brasileiro de História da Medicina Tropical</ref>.
 
== Biografia ==
Exerceu o cargo de Governador Interino da [[África Ocidental Portuguesa|Colónia de Angola]] entre [[1928]] e [[1929]], tendo sido antecedido por [[António Vicente Ferreira]] e sucedido por [[Filomeno da Câmara de Melo Cabral]].<ref>[http://www.rulers.org/rula2.html#angola Rulers.org - Angola]</ref><ref>[http://www.worldstatesmen.org/Angola.html worldstatesmen.org - Angola]</ref><ref>African States and Rulers, John Stewart, McFarland</ref>
 
Era filho de Augusto de Oliveira Mora e de sua mulher Gertrudes Maria de Jesus Damas e irmão de José Maria Damas Mora (1873-1942), conceituado médico, AugustoGertrudes Damas Mora (18851875-1940?) e GertrudesAugusto Damas Mora (1885-1940), funcionário público e .
 
[[Licenciatura|Licenciou-se]] em [[Medicina]] em [[1901]], na [[Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa]], apresentando a tese intitulada ''“Breves considerações sobre o fórceps como Tractor”''. Especializou-se mais tarde no ramo da [[Medicina Tropical]]. Em Abril de [[1896]] alistou-se no [[Exército]], como voluntário, e foi colocado em [[1902]] no Quadro de Saúde de [[África Ocidental Portuguesa|Angola]] e [[História de São Tomé e Príncipe|São Tomé e Príncipe]], onde se dedicou ao estudo da doença do sono. Com efeito, organizou o I Congresso de Medicina Tropical da África Ocidental ([[1923]]) e chefiou várias missões de combate ao Paludismo e à Doença do sono. [[José Norton de Matos]] fez um comentário a este congresso em ''Memórias e trabalhos da minha vida'': “O principal fim que tive em vista com este Congresso, foi mostrar ao mundo científico o que se estava fazendo numa colónia portuguesa em matéria de assistência médica aos indígenas. A realização deste congresso marcou, por si só, uma época admirável na história da colonização de Angola. Todos os louvores serão poucos para os distintos médicos que para essa realização concorreram.”
 
Em [[1919]] regressou à metrópole e em Outubro de [[1920]] assumiu as funções de directordiretor interno dos Serviços de Saúde do Ministério das Colónias.
 
[[José Norton de Matos|Norton de Matos]] foi governador de Angola entre [[1912]] e [[1915]]. Na década de 20, foi Alto-comissário também em Angola. É neste período que nomeia o Doutor António Damas Mora como chefe de serviços de saúde em Angola. Teve como tarefa essencial organizar um serviço de assistência médica aos nativos, que até então não tinham a seu préstimo quaisquer serviços de saúde. Em [[1928]] os seus feitos valeram-lhe a nomeação para governador-geral de Angola, cargo que desempenhou tendo em vista principalmente os cuidados de saúde daquela colónia. A sua actuaçãoatuação vai além de militar e médica, visto que o seu humanismo o leva a participar, em Julho de [[1935]], na Conferência sobre o Tráfico das Mulheres em [[Hong Kong]]. Nesta colónia fez parte de uma comissão com fim de estudar os efeitos fisiológicos e psicológicos do fumo do ópio. Em [[1936]] regressou de vez a [[Lisboa]], onde assumiu o cargo de Diretor do Instituto de [[Medicina tropical|Medicina Tropical]]. Para além de ser especializado em assistência médica a indígenas, publicou numerosos trabalhos, reconhecidos nacional e internacionalmente.
 
Atingiu o posto de [[Coronel]].<ref name="OHn">{{citar web |url=http://www.ordens.presidencia.pt/?idc=153 |título=Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas|autor=|data=|publicado=Presidência da República Portuguesa|acessodata=2016-03-17 |notas=Resultado da busca de "António Damas Mora".}}</ref>
Do seu espólio fazem partes condecorações como os graus de Grande-Oficial da [[Ordem Militar de Avis]] a 10 de Outubro de 1925<ref name="OHn"/> e de [[Leopoldo I da Bélgica|Leopoldo I]] e [[Leopoldo II da Bélgica]], comendas das Ordens da Coroa Belga e do Império Português, bem como a [[Medalha de Ouro de Comportamento Exemplar]] e a [[Medalha de Prata de Bons Serviços]].
 
FoiCasou casadoem 1906 com Ema Georgina Sales Costa (1882-1952), filha dedo industrial e proprietário [[Eduardo Rodrigues da Costa]], com quem teve quatro filhos: Fernando, Ema, Antonieta e Noémia. Teve também Mário Damas Mora (1904-1975), que enveredou também pela [[Medicina]], [[Alergologia|imunoalergologista]] e [[tisiologista]], Oficial da [[Ordem Militar de Cristo]] a 5 de Outubrooutubro de 1936, sendo este filho de mãe incógnita.<ref>{{citar web |url=http://www.ordens.presidencia.pt/?idc=153 |título=Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas|autor=|data=|publicado=Presidência da República Portuguesa|acessodata=2016-03-17 |notas=Resultado da busca de "Mário Damas Mora".}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://ordemdosmedicos.pt/homenagem/antonio-damas-mora/ |titulo=António Damas Mora – Ordem dos Médicos |acessodata=2021-01-17 |lingua=pt-PT}}</ref>
 
Faleceu aos 70 anos de idade, vítima de [[hemorragia cerebral]]. Foi sepultado no [[Cemitério do Alto de São João]], em jazigo de família.<ref>{{Citar web |url=https://pt.findagrave.com/memorial/182459787/ant%C3%B3nio-damas-mora |titulo=António Damas Mora (1879-1949) – Memorial Find a... |acessodata=2021-01-17 |website=pt.findagrave.com |lingua=pt}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=7664001 |titulo=PT-TT-RC-CRCLSB3-003-00154_m0001.tif - Livro de registo de óbitos - Arquivo Nacional da Torre do Tombo - DigitArq |acessodata=2021-01-17 |website=digitarq.arquivos.pt}}</ref>
Faleceu aos 70 anos de idade. Foi sepultado no [[Cemitério do Alto de São João]], em jazigo de família.
 
== Ver também ==
* [[História de Angola]]
 
{{Referências}}{{Começa caixa}}{{Caixa de sucessão|anos=[[1928]] — [[1929]]|antes=[[António Vicente Ferreira]]|depois=[[Filomeno da Câmara de Melo Cabral]]|título=[[Lista de governadores coloniais de Angola|Governador Interino de Angola]]}}{{Termina caixa}}
{{Referências}}
 
[[Categoria:Naturais de Abrantes]]
[[Categoria:Médicos de Portugal]]
[[Categoria:Médicos tropicais]]
[[Categoria:Oficiais superiores de Portugal]]
[[Categoria:Governadores de Angola]]
[[Categoria:Medalhas de Ouro de Comportamento Exemplar]]
[[Categoria:Grandes-Oficiais da Ordem Militar de Avis]]
[[Categoria:Nascidos em 1879]]
[[Categoria:Mortos em 1949]]
796

edições