Diferenças entre edições de "Expedito de Melitene"

m
(Desfeita a edição 59633234 de Thiago20200 não reverta novamente, vc está apagando conteúdo válido e isso não é permitido.)
Etiqueta: Desfazer
 
É possível que sua ligação com as causas urgentes derive unicamente do significado do seu nome.<ref name="Mornin"/> Tradicionalmente também é o patrono dos mercadores, navegantes,<ref>[http://saints.sqpn.com/saint-expeditus-of-melitene/ ''Saint Expeditus of Melitene'']. Saints.SQPN.com. 11 September 2010</ref> estudantes e dos que vão prestar exames,<ref name="Megale"/> mas em anos recentes ele tem sido invocado por [[hacker]]s, [[geek]]s e procastinadores habituais da ''[[slacker generation]]'' como seu protetor.<ref name="Delio">Delio, Michelle. [http://www.wired.com/culture/lifestyle/news/2004/11/65184 "Patron Saint of the Nerds"]. In: ''Wired'', 11.10.2004.</ref> É o patrono oficial da [[República da Molóssia]], [[micronação]] não reconhecida internacionalmente.<ref name="Molossia"/> No Brasil sua veneração ganhou corpo nos anos 80 e hoje ele tem multidões de devotos, e sua imagem circula em chaveiros, cartazes, [[panfleto]]s e [[santinho]]s distribuídos aos milhares.<ref name="Augras">Augras, Monique. [http://www.cairn.info/revue-societes-2001-2-page-125.htm "Secours d'urgence: le show de Saint Expédit"]. In: ''Sociétés'' 2/2001 (n.º 72), p. 125-137</ref><ref name="Junqueira">Junqueira, Eduardo e Cardoso, Rodrigo. [http://veja.abril.com.br/170399/p_076.html "O santo da vez"]. In: ''Revista Veja'', 17/03/1999</ref> Deu seu nome ao município de [[Santo Expedito (São Paulo)|Santo Expedito]], em [[São Paulo (estado)|São Paulo]], e [[Santo Expedito do Sul]], no Rio Grande do Sul.
 
Sua posição oficial na [[Igreja Católica]] é incerta. No ''[[Martyrologium Hieronymianum]]'' ele aparecia ao lado de outros mártires comemorados entre os dias 18 e 19 de abril.<ref name="Catholic"/> A Igreja reconhece a devoção popular e existem igrejas e capelas a ele dedicadas em muitas partes do mundo, mas não foi incluídoincluso na edição de 2001 do ''[[Martirológio Romano|Martyrologium Romanum]]''.<ref>''Martirologio romano''. Vaticano: Typográfica Vaticana, primera edición, 2001. En español (apud typis...): Coeditores Litúrgicos, reedición 2007. </ref><ref>[http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_academies/cult-martyrum/martiri/009.html#aprile ''Martirologio'']. Istituto San Clemente I Papa e Martire </ref>
 
Sua representação mais comum é a de um soldado romano, com traje de [[legionário]], vestido de armadura, túnica curta e manto jogado atrás das espáduas, com postura marcial. Em uma mão sustenta a palma do martírio e na outra uma [[cruz]] que ostenta a palavra ''hodie'', em referência ao episódio do espírito do mal, o corvo que lança seu grito habitual ''cras!'' e que é representado debaixo de seu pé.<ref name="Megale"/>
1 487

edições